Home > Sem categoria

Petrobras inicia venda de campos terrestres no Amazonas

Renato Oliveira
por
-
14-09-2019 16:00:11
em Sem categoria
Petrobras vende campos no Amazonas Petrobras vende poços

Ativos terrestres do Polo Cupiúba e Carapanaúba, no Amazonas, terão 100% da participação da Petrobras colocados a venda.

O programa de desinvestimentos da Petrobras continua de vento em popa. A empresa anunciou ontem, sexta-feira (13/09), a abertura do processo de venda de 100% de sua participação nas concessões terrestres Polo Cupiúba e Carapanaúba, no Amazonas. Veja aqui os campos que a estatal está vendendo na Bahia.

Nesta primeira etapa do processo é feita a divulgação das oportunidades de desinvestimento, que o mercado costuma chamar de “teaser”.

Os campos

Os campos terrestres a venda pela Petrobras estão localizados em Coari no estado do Amazonas e são chamados Cupiúba e Carapanaúba.
A produção média dos ativos, segundo a Petrobras, foi de 81 barris por dia de óleo e 82 mil metros cúbicos diários de gás no ano passado.

A Petrobras ressaltou que as vendas dos campos terrestres está alinhada com a política da nova gestão da companhia e acrescentou que as etapas posteriores do processo de venda serão ainda divulgadas.

“Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas”, dizia a nota.

Veja também ! O governo pretende acabar com o favoritismo da Petrobras e flexibilizar o regime de exploração do pré-sal, permitindo que blocos nestas áreas possam ser leiloados no modelo de concessão – no qual a empresa se torna dona do petróleo, mas assume o risco da atividade, e o vencedor da disputa é quem oferece o maior lance.

A mudança tem potencial de aumentar a arrecadação federal no curto prazo, o que permitiria a melhora das contas públicas em um momento de escassez de recursos.

Tags:
Renato Oliveira
Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships.