Início Petrobras assina acordo para construção de uma nova unidade de tratamento de diesel na Replan

Petrobras assina acordo para construção de uma nova unidade de tratamento de diesel na Replan

11 de maio de 2022 às 22:26
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Petrobras, diesel, Replan
Foto de ResoneTIC / Fonte: Pixabay




A Petrobras anunciou, em 11/05, a assinatura de um contrato com a Replan que prevê a construção de uma nova planta de tratamento de diesel

A Petrobras assinou um contrato, que prevê a construção de uma nova estação de tratamento de diesel da Replan, com o Consórcio Toyo Setal HDT Paulínia que é formado pelas empresas TSE e Toyo. A nova unidade de tratamento de diesel vai ficar localizado na Replan (Refinaria de Paulínia). O investimento necessário para a construção da nova unidade de tratamento de diesel – produto que sofreu recente reajuste – da Replan será de aproximadamente US$ 458 milhões e a entrada de operação da planta está prevista para 2025.

De acordo com o site broadcast.com.br, a Petrobras afirma que a operação da construção da nova estação de tratamento de diesel da Replan está alinhada com os investimentos pensados no Plano Estratégico 2022-2026. Diante disso, a Replan vai ser capaz de expandir a sua produção de Diesel S-10 em 63 mil bpd e de querosene de aviação em 12,5 mil bpd, visando o atendimento das especificações e quantidades demandadas pelo setor. Todo o diesel produzido na refinaria de petróleo Replan contará com um baixo teor de enxofre.

Artigos recomendados

A Petrobras, como afirma representantes da companhia, segue com grande foco na melhoria da eficiência energética e na redução de gases de efeito estufa, adequando as refinarias parceiras e se preparando para continuar competitiva. Nos futuros cinco anos, a Petrobras prevê investimentos de cerca de US$ 6,1 bilhões em refino, que possui como objetivo a expansão da capacidade de refino e posicionar as refinarias de petróleo entre as melhores do mundo em eficiência e desempenho de operações.

Conheça a Replan

A Replan, foi inaugurada em maio de 1972 e é a maior refinaria do Brasil em capacidade de processamento de derivados do petróleo, possuindo carga de 434 mil bpd. Além do óleo diesel, a refinaria produz gasolina, querosene de aviação, asfaltos, GLP e propeno, e outros derivados de petróleo.

Novos empregos serão gerados com a nova unidade de tratamento de diesel

A Petrobras afirmou que com a construção da nova unidade de tratamento de diesel da Replan, será gerada uma grande quantidade de emprego, incialmente, para construir a unidade. Num futuro próximo, quando a nova unidade de tratamento de diesel estiver funcionado, a Petrobras necessitará de mão de obra operacional, onde serão necessárias pessoas para trabalhar com a manutenção e conservação da nova unidade da Petrobras na Replan. Atualmente a Replan emprega o total de 3,3 mil pessoas, entre concursados e terceirizados.

Nova unidade da Petrobras terá como foco unidade de tratamento de diesel

A nova unidade de tratamento de diesel da Replan pensada pela Petrobras, vai focar no hidrotratamento de diesel (HDT), atividade que gera hidrogênio proveniente de um forno com aproximadamente 1,3 mil graus e 130 toneladas de vapor diário, para a remoção dos contaminantes do diesel, como o enxofre, e redução de impactos no meio ambiente.

O diesel S-10 é um combustível com baixo teor de enxofre em relação ao diesel S-500. Com a unidade pensada pela Petrobras, serão produzidos cerca de 10 milhões de litros de diesel por dia, de acordo com a Replan.
A nova unidade de tratamento vai somar a estrutura em funcionamento e vai ampliar a capacidade de produção de diesel na Replan para 34 mil m³/dia. Essa evolução na produção do combustível também permitirá o aumento da produção de querosene de aviação (QAV).

Petrobras também investe em Inteligência Artificial

Além dos investimentos feitos pela Petrobras na nova unidade de tratamento de diesel, outros US$ 90 milhões vão ser investidos, também, pela Petrobras na Replan tendo foco em inteligência artificial, melhoria da eficiência energética e um aumento da disponibilidade de operações. O programa a ser investido é chamado RefTOP. O valor total de investimentos feitos pela Petrobras, desde a nova planta na Replan até o RefTOP, supera US$ 500 milhões.

Os investimentos feitos, de acordo com representantes da Petrobras afirmam, são feitos visando em sua grande maioria uma maior eficiência nas operações, tendo em vista os pontos energéticos e operacional e, também, uma confiança maior nas operações realizadas pelas unidades de tratamento da Petrobras.

Um exemplo dos investimentos em inteligência artificial feitos pela Petrobras, é a utilização de sensores de monitoramento que melhoram o desempenho das tochas de queima de gás, uma das etapas das unidades de tratamento e produção, e também a utilização de drones para a execução de tarefas com um maior foco na segurança dos trabalhadores, como a manutenção das torres.
Como comenta Rogério Daisson, gerente geral da Replan: “Um dos focos do RefTOP é nos tornarmos de maneira comparável aos melhores do mundo em termos de desmpenho energético”. Tendo em vista as outras refinarias do Brasil, o investimento total nesse programa feito pela Petrobras será de US$ 300 milhões.


Relacionados
Mais recentes