CNOOC inicia exploração offshore do seu campo de petróleo no Brasil, que contou com investimentos em torno de US$ 20 bilhões

Ruth Rodrigues
por
-
11-05-2022 13:36:00
em Petróleo, Óleo e Gás
A companhia CNOOC agora avança para sua expansão na produção de petróleo no Brasil e coloca em operação o seu campo de exploração offshore do combustível, o qual contou com investimentos bilionários para uma alta produtividade em torno dessas atividades Foto: China Daily/Agencies




A companhia CNOOC agora avança para sua expansão na produção de petróleo no Brasil e coloca em operação o seu campo de exploração offshore do combustível, o qual contou com investimentos bilionários para uma alta produtividade em torno dessas atividades

A China National Offshore Oil Corp (CNOOC) deu início ao projeto do pré-sal em águas profundas localizado na Bacia de Santos, localizada entre o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, durante esta última segunda-feira, (09/05). Agora, a empresa continua com seu plano de expansão na exploração do petróleo offshore, visando uma comercialização ainda maior com o mercado internacional do combustível.

Campo da CNOOC que custou US$ 20 bilhões é colocado em operação para exploração offshore de petróleo e comercialização no mercado internacional do produto

A inicialização da produção de petróleo no campo da CNOOC no Brasil é o mais recente esforço do principal produtor offshore de petróleo e gás do país para aumentar a produção de petróleo e gás no exterior. Assim, a empresa deu início à exploração nos locais de pré-sal, como forma de impulsionar esse mercado no exterior, uma vez que o Brasil possui uma alta reserva de combustível e é líder mundial na exploração por meio dessa tecnologia do pré-sal. 

O investimento de US$ 20 bilhões da empresa na construção do campo de exploração offshore de petróleo foi baseado no alto potencial que o país possui em torno desse combustível. E, com a finalização das obras e o início da operação, o local agora pode produzir 180 mil barris de petróleo bruto por dia e deve atingir seu pico de produção até o final de 2022. Essa é a grande aposta da companhia para o seu crescimento no mercado internacional de petróleo e gás e contou com todos os esforços da CNOOC para ser uma planta de alta produtividade. 

A CNOOC é uma das maiores companhias no ramo da exploração offshore de petróleo atualmente no mundo inteiro. E, um dos grandes feitos da empresa é que ela atualmente detém uma participação de 9,65% no bloco Mero, ao lado da operadora A Petrobras (38,6%) e os parceiros Shell PLC (19,3%), TotalEnergies (19,3%) e China National Petroleum Corp (9,65%) e Pre-Sal Petroleo SA detém 3,5% como representante da União Federal. Assim, o plano de expansão na produção do combustível no Brasil visa tornar essa presença ainda maior no mundo inteiro. 

Exploração offshore do petróleo extraído através do pré-sal é a grande aposta do mercado global e a China National Offshore Oil Corp busca crescer nesse ramo com o novo campo no Brasil 

O executivo Huang Yehua, gerente geral da unidade brasileira da CNOOC, comentou sobre o futuro da indústria do petróleo e gás no mundo e afirmou que a companhia vem traçando ativamente planos para participar de projetos de campos petrolíferos do pré-sal em todo o mundo e continuará intensificando os investimentos no setor. Isso acontece pois a produtividade dos projetos offshore de petróleo nesses campos é altamente elevada em comparação com os outros blocos de produção.

Assim, ele também confirmou que a inauguração do novo campo não é o único projeto voltado para o pré-sal e afirmou que a CNOOC também tem participação de 5% no campo de Búzios, na região Área do pré-sal da Bacia de Santos. Essa região possui atualmente uma capacidade de produção anual superior a 3 milhões de toneladas de petróleo e é uma das mais eficientes no mundo inteiro. 

E, com o início da operação do projeto do pré-sal em águas profundas localizado na Bacia de Santos, localizada entre o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, a CNOOC avança cada vez mais com o seu plano de crescimento na produção offshore de petróleo no Brasil.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.