Início Parque eólico no Ceará avança nas suas obras e pode iniciar atividade ainda neste abril, após investimentos milionários

Parque eólico no Ceará avança nas suas obras e pode iniciar atividade ainda neste abril, após investimentos milionários

7 de abril de 2022 às 20:51
Compartilhe
Siga-nos no Google News
parque eólico, energia, Ceará
Foto: Reprodução Aliança Energia / Google Imagens

600 empregos já foram gerados com o grande projeto do parque eólico Gravier, no Ceará. O empreendimento conta com cerca de 70 MW de potência

De acordo com informações concedidas pela Aliança Energia, com investimentos totais iguais a R$ 294 milhões e 600 empregos gerados, o novo parque eólico Gravier, que ainda está passando pelo processo de construção em Icapuí, no leste do Ceará – estado que já investiu R$ 50 bilhões em parque eólico offshore –, está com previsão de dar início a suas operações ainda neste mês de abril de 2022.

Desse modo, segundo a publicação de Victor Ximenes para o portal Diário do Nordeste, realizada no dia 5 de abril, na etapa atual da obra do parque eólico estão sendo instaladas 17 turbinas eólicas. Cada uma dessas turbinas eólicas possui capacidade de 4,2 megawatts (MW), unindo um total superior a 70 MW de potência. Iniciada em janeiro do último ano, a construção do novo parque eólico do Ceará já está 86% concluída, conforme informou a Aliança Energia, que se responsabiliza pelo empreendimento.

Nesse sentido, o gerente de Eólicas e Solares da companhia que administra o parque eólico do Ceará, Christian Luz, afirma que 16 dos aparelhos da usina de energia já foram montados e estruturados. Além disso, o gerente explicou também: “O rotor é composto por três pás de 72 metros cada, com um diâmetro de 147 metros.  A torre de concreto é o elemento que sustenta o peso da nacele, gerador e rotor que juntos pesam aproximadamente 275 toneladas a uma altura de 125 metros, o equivalente a um prédio de 40 andares. A altura do solo até a ponta da pá é de aproximadamente 197 metros”. 

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Assim, a energia elétrica gerada no parque eólico Gravier no Ceará será ligada ao Sistema Interligado Nacional, também chamado apenas de SIN, por meio da subestação (SE) da Chesf, Mossoró IV.

Outros sistemas de geração de energia eólica no Ceará

Tendo em vista o grande potencial nordestino de produção de energia eólica, a Aliança Energia conta também com a presença de outro parque eólico no estado do Ceará, que está em operação há cerca de 5 anos, desde 2017: o Complexo Eólico Santo Inácio, que possui 47 aerogeradores e potência instalada de 98 megawatts (MW).

Energia renovável: Agência Internacional afirma necessidade de investir 5,7 trilhões de dólares para realizar transição energética nos próximos anos

Na terça-feira, dia 29 de março, a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA, na sigla em inglês) lançou a mais nova versão do relatório “World Energy Transitions Outlook”, no qual são retratadas ações de prioridade para os próximos 8 anos, até 2030, a fim de preservar a meta de impor um limite ao aquecimento global de até 1,5°C. Conforme mostra o documento da IRENA, será necessária a realização de investimentos de US$ 5,7 trilhões anualmente até 2030 na transição energética mundial, além de redirecionar US$ 700 bilhões por ano que iriam para combustíveis fósseis, evitando ativos ociosos. Dessa forma, as adições mundiais de energia renovável por ano cresceriam três vezes mais até 2030, seguindo a recomendação do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). 

Assim, conforme divulgado na matéria original do veículo informativo PetroNotícias, o diretor-geral da IRENA, Francesco La Camera, afirmou que “a transição energética está longe de estar no caminho certo e qualquer ação menos radical nos próximos anos diminuirá, até eliminará as chances de cumprir nossas metas climáticas”. Para saber mais sobre energia renovável, clique aqui e leia esta notícia do CPG na íntegra.

Relacionados
Mais recentes