Os principais desafios da construção civil no momento

Paulo Nogueira
por
-
11-07-2020 00:00:52
em Indústria e Construção Civil
construção civil Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico de Enfermagem , Construção Naval, Indústria Naval, Estaleiros, Portos Obras de Construção Civil

Depois do setor de construção civil passar por um grande período de desaceleração, ele volta a ganhar forças no mercado a partir de 2019. Segundo o IBGE, neste período, durante o segundo trimestre de 2019, o setor registrou um crescimento de 2%, em relação ao período anterior.

No entanto, apesar de ser um registro muito positivo para as empresas de construção civil, o segmento passa por novos desafios consecutivos.

A pandemia causada pelo novo coronavírus, também conhecido como Covid-19, por exemplo, fez com que o setor abortasse o crescimento que já se desenhava.

E não apenas as construtoras, mas outras organizações do setor, como estaleiros, portos, indústrias de mancal de rolamento, empresas de construção naval, entre outras, também estão tendo atuais dificuldades para atuar no mercado.

“Porém, o brasileiro é muito criativo e quando o cenário se tornar mais previsível, terá respostas para superar essa dificuldade”, diz em entrevista ao podcast do portal AECweb, o arquiteto Fábio Vital, titular da Fator Vital Projetos, Gerenciamento e Consultoria.

E levando as informações em consideração, neste artigo nós iremos comentar sobre quais são os principais desafios enfrentados pela construção civil no momento. Boa leitura!

Saúde em jogo

Mesmo diante da pandemia do Covid-19, as atividades do ramo de construção civil continuam atuando e não param durante o período de quarentena.

Como resultado, a saúde dos trabalhadores e a necessidade do uso de EPIs e de profissionais como técnico de segurança do trabalho e técnico de enfermagem, entre outros, nos locais de trabalho se tornaram essenciais.

Segundo o engenheiro civil Antônio Galvão: “A gente não trabalha em espaço confinado. É totalmente ventilado. Quem tem mais de 60 anos, colocamos de férias. Se algum profissional tem problema de saúde, não trabalha. Os demais pedimos para evitar aglomerações, aumentamos o intervalo e dividimos equipes”

No entanto, em contrapartida, Wanderson Leite, CEO da Prospecta Obras, explica os perigos que os profissionais passam: “Não temos números exatos, mas sabemos que muitos pedreiros, serventes de pedreiro e mestres de obra estão acima dos 50 anos. E eles não estão preocupados com esse cenário ou não estão tomando os devidos cuidados. Isso pode ser um problema generalizado.”

Problemas na entrega de materiais no ramo de construção civil

Outro desafio encontrado para as empresas de construção civil são os problemas na entrega de materiais. Alguns recursos essenciais para a realização de obras, como esquadrias de alumínio, entre outros, podem atrasar o prazo de entrega de imóveis e construções.

Afinal, o ramo industrial também precisa se adaptar diante da realidade do Covid-19. Muitas indústrias que fornecem itens diversos para as construtoras, como no caso do teclado de membrana, ou até mesmo os materiais de indústria naval podem gerar um atraso geral nas atividades do ramo durante a pandemia.

Gostou do nosso conteúdo? Conta pra gente! Nós queremos saber sobre a sua opinião. Não deixe de nos acompanhar nos próximos artigos sobre o assunto!

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe