Início Navio Papa John realiza operação de desembarque no Porto do Pecém com 10 mil toneladas de fertilizantes e deverá aquecer economia do Ceará

Navio Papa John realiza operação de desembarque no Porto do Pecém com 10 mil toneladas de fertilizantes e deverá aquecer economia do Ceará

13 de julho de 2022 às 22:00
Compartilhe
Siga-nos no Google News
As mais de 10 mil toneladas de fertilizantes que chegaram ao Porto do Pecém por meio do desembarque do navio Papa John no complexo serão essenciais para o aquecimento da economia do estado do Ceará em meio às instabilidades do mercado internacional.
Fonte: O Estado

As mais de 10 mil toneladas de fertilizantes que chegaram ao Porto do Pecém por meio do desembarque do navio Papa John no complexo serão essenciais para o aquecimento da economia do estado do Ceará em meio às instabilidades do mercado internacional.

Durante o último domingo, (10/07), o navio Papa John realizou uma operação de desembarque no Porto do Pecém, localizado no estado do Ceará, chegando das águas chinesas com mais de 10 mil toneladas de fertilizantes. Dessa forma, a atracação da embarcação no complexo cearense contribuirá não só para uma lucratividade da autoridade portuária, como também para um aquecimento da economia de todo o estado do Ceará.

Porto do Pecém recebe navio Papa John em operação de desembarque com mais de 10 mil toneladas de fertilizantes para aquecer mercado cearense

O Porto do Pecém realizou uma grande operação neste último domingo para o mercado cearense, com o desembarque do navio Papa John, vindo da China com mais de 10 mil toneladas de fertilizantes para comercialização no país. A mercadoria chegou ao complexo cearense em big bags, ou seja, embalagens utilizadas para transportar materiais sólidos ou pastosos que servem para utilização nas indústrias agrícola, química, extração mineral, e de construção, e garantem mais segurança no transporte.

Artigos recomendados

O desembarque do navio marcou uma grande operação para a economia do estado do Ceará, como comentou o gerente comercial da Tecer Terminais, empresa que atua como prestadora de serviço operacional no Porto do Pecém e desenvolve soluções em logística integrada, Carlos Alberto Nunes.

O executivo destacou que esse tipo de operação garante a movimentação econômica não só do complexo portuário, mas também de todo o estado do Ceará, que será beneficiado com os serviços terceirizados para o porto. 

Além disso, Carlos Alberto Nunes ressaltou a importância da chegada dos fertilizantes ao território nacional em um cenário de instabilidade no mercado internacional de exportação e importação desses produtos.

Os conflitos geopolíticos entre a Rússia e a Ucrânia vêm criando sérios problemas quanto às relações comerciais entre países inteiro e causaram uma verdadeira crise no abastecimento de fertilizantes no Brasil. Agora, o país volta a receber o desembarque desses produtos e se estabiliza, gradualmente, quanto à demanda desse tipo de mercadoria, essencial para o setor agropecuário. 

Desembarque do navio no Porto do Pecém reafirma abertura da economia internacional para a comercialização dos produtos 

Após o início dos conflitos geopolíticos entre a Rússia e a Ucrânia, portos do mundo inteiro passaram por fechamentos comerciais, causando um forte impacto na importação de fertilizantes. Além disso, a China passou por um longo período de lockdowns dos complexos e filas gigantescas para operações, mas o desembarque do navio Papa John no Porto do Pecém marcou uma abertura e flexibilização da economia internacional.

Assim, Carlos Alberto Nunes destacou: “A chegada dessa nova carga é um grande motivo de comemoração, pois as longas filas de navios nos principais portos da China, provocadas pelos lockdowns, vêm impactando a oferta de contêineres e pressionado os custos do frete marítimo. Com isso, importadores e exportadores têm buscado alternativas com o uso do segmento de “break bulk” (carga geral), cujo transporte é feito individualmente, em cargas fracionadas acondicionadas a bordo dos navios, sem a necessidade de utilizar contêineres”.

O executivo finalizou que vem trabalhando fortemente nos últimos três anos para impulsionar a entrada de mercadorias no Brasil provenientes do mercado chinês e que, com o desembarque do navio no porto cearense, consegue ver um futuro mais favorável quanto a essa relação. Dessa forma, a operação de desembarque garantiu não só benefícios à economia, mas também uma nova perspectiva de crescimento futuro.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes