Início Hidrovias do Brasil lança seu plano de sustentabilidade para reduzir emissões de carbono na cadeia logística de transporte

Hidrovias do Brasil lança seu plano de sustentabilidade para reduzir emissões de carbono na cadeia logística de transporte

26 de maio de 2022 às 05:01
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Visando garantir soluções ainda mais comprometidas com o meio ambiente em toda a logística do transporte hidroviário, o plano de sustentabilidade da Hidrovias do Brasil determinou os prazos para a redução de emissões de carbono nas operações
Foto: Hidrovias do Brasil

Visando garantir soluções ainda mais comprometidas com o meio ambiente em toda a logística do transporte hidroviário, o plano de sustentabilidade da Hidrovias do Brasil determinou os prazos para a redução de emissões de carbono nas operações

A gigante no ramo de logística de transporte na América do Sul, Hidrovias do Brasil, lançou nessa última terça-feira, (24/05), o seu plano de sustentabilidade para os próximos anos. Dessa forma, a empresa pretende levar a transparência para o seu projeto de redução nas emissões de carbono nas operações de transporte hidroviário no sul do continente americano. Além disso, todos os objetivos da empresa foram alinhados com o cenário global de sustentabilidade atual. 

Plano de sustentabilidade da companhia busca determinar prazos para redução na emissão de carbono e garantir mais compromisso ambiental no transporte

A companhia Hidrovias do Brasil é uma gigante no ramo de transporte e atua como empresa de soluções logísticas integradas em quatro frentes: transporte hidroviário, operação de terminais, cabotagem e integração de serviços logísticos. Assim, a empresa busca levar alternativas ainda mais eficientes para essas operações na América do Sul e integrar os países para relações comerciais mais ágeis, práticas e com uma boa logística, além de garantir sempre inovação no segmento. 

Artigos recomendados

E, agora, a Hidrovias do Brasil busca expandir o seu compromisso ambiental nas operações de transporte hidroviário e lançou o seu mais novo plano de sustentabilidade para os próximos anos nesta semana. Com isso, a iniciativa torna públicas suas ambições de redução nas emissões de carbono na atmosfera até o ano de 2030.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Dessa forma, a empres anunciou que o seu planejamento atual está sustentado por metas de curto (até 2022), médio (até 2024) e longo prazos (até 2025), todas alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU com adoção às práticas ESG nas operações de transporte. 

O principal destaque de toda a construção do plano de sustentabilidade da Hidrovias do Brasil para os próximos 8 anos é a transparência com os seus colaboradores e com a população. Isso pois todo o projeto foi desenvolvido com a participação pública e por meio da divulgação de relatórios abertos à todos. Com isso, a empresa ouviu diversos públicos atuantes no ramo da logística de transporte para desenvolver metas realistas e que possam ser cumpridas. Assim, até o ano de 2030 a Hidrovias do Brasil terá chegado ao fim no seu plano de redução de emissão de gás carbono. 

Presidente da Hidrovias do Brasil destaca que empresa já nasceu com um olhar voltado para a sustentabilidade, mas agora busca expandir esse compromisso 

O plano de sustentabilidade da Hidrovias do Brasil atualmente é focado em 6 grandes compromissos, sendo eles: Mudanças Climáticas, Ética e Transparência, Cadeia de Valor, Impactos Ambientais, Desenvolvimento Local e Humano e Saúde, Segurança e Desenvolvimento do Colaborador. Dessa forma, a empresa irá investir seus esforços para trazer novas soluções para a cadeia logística de transporte, alinhadas aos 6 compromissos do plano. 

Ademais, o presidente da Hidrovias do Brasil, Fabio Schettino, reforça o compromisso da empresa desde sempre com o meio ambiente e afirmou: “Na Hidrovias do Brasil, acreditamos que a sustentabilidade é a rota para um futuro melhor. A companhia já nasceu com esse olhar sustentável, com o intuito de conectar a América do Sul por meio de um modal eficiente e limpo”.

Além disso, ele finalizou relembrando que a Hidrovias do Brasil emitiu apenas quatro gramas de CO2Equivalente por quilômetro útil em 2020, o que garantiu à empresa um índice três vezes menor que os demais modais comumente utilizados na logística brasileira. Com isso, a empresa reforça sua atuação em busca da sustentabilidade no transporte hidroviário pela América do Sul e abre portas para o futuro no cenário.

Relacionados
Mais recentes