Governo anuncia medidas que retomarão a Construção Naval e indústria nuclear de Angra dos Reis

recuperação de Angra

Anúncio foi feito durante encontro do Ministro das Minas e Energia e representantes do governo de Angra dos Reis, fundação dos trabalhadores do estaleiro e o presidente da Eletronuclear

O Ministro de Minas e Energia, o almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, recebeu na manhã de ontem (03/06), no Rio de Janeiro, o prefeito de Angra dos Reis, o presidente da Eletronuclear e uma comitiva da fundação dos trabalhadores do estaleiro Verolme (agora Brasfels).
A comitiva angrense foi até o ministro discutir ações visando o reaquecimento da construção naval da cidade, que já teve 12 mil trabalhadores e hoje conta apenas com 800 funcionários tocando obras de reparos.

Um outro assunto abordado foi a retomada das obras de Angra 3 que passa por definição do atual modelo de investimentos, em que o governo procura atrair um parceiro para terminar as obras, e para tal discussão esteve presente ao encontro também o presidente da Eletronuclear, o capitão-de-mar-e-guerra da reserva Leonam dos Santos Guimarães.

A comitiva de Angra dos Reis saiu do encontro bem esperançosa com o que ouviu do ministro. Segundo Bento Costa, os três leilões que acontecerão este ano, do pré-sal e da cessão onerosa, irão dobrar as reservas de petróleo do Brasil e demandarão a construção de 20 FPSO’s com um investimento de R$ 1,5 trilhão no setor.

O ministro afirmou ainda que a construção de FPSO’s vai revitalizar a economia do município e do país.

“As empresas já podem se preparar para estas construções já para 2020. Os estaleiros nacionais e a indústria offshore vão ser reaquecidos naturalmente, gerando emprego e recursos para melhor remunerar os trabalhadores”, declarou o ministro.

Convite do prefeito

O prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, fez um pedido ao ministro para que ele transmitisse um convite ao presidente Jair Bolsonaro, que estendesse a visita que este fará a central nuclear de Angra, ao estaleiro Brasfels,
“Temos a melhor mão de obra metalúrgica do Brasil e precisamos voltar a gerar emprego para superar a crise de uma vez por todas. Estamos otimistas com esta proposta do governo federal para o setor Naval”, afirmou Jordão.

Um outro assunto abordado entre o prefeito e o ministro foi o licenciamento da Unidade de Armazenamento a Vácuo (UAV) para comportar os rejeitos nucleares das usinas de Angra 1 e 2.
O prefeito solicitou como forma de compensação ao município, que o governo federal liberasse o investimento de R$ 5 milhões para a reestruturação das unidades de saúde do Parque Mambucaba e Frade, com a anuência do presidente da Eletronuclear.

O prefeito pediu também a liberação de 20% do passivo das contrapartidas de Angra 3, montante em torno de R$ 230 milhões, para que o município aplicasse no saneamento da Praia do Anil e na rede de captação e distribuição de água, no Parque Mambucaba.
Em relação a este pedido o ministro ficou de conversar com o presidente da Eletronuclear, presente ao encontro.

Veja também ! Estaleiro Brasfels de Angra dos Reis com novas oportunidades, envio de currículo até 06/06 !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)