Construção civil do Brasil têm projeção otimista para o 2º semestre de 2019

Construção Civil Brasil Mercado Economia Feira Construsul

Termina a 22ª Feira Internacional da Construção Civil da Construsul em Porto Alegre. Empresários e acionistas estão otimistas com a retomada de obras e investimentos no Brasil, mas com os pés no chão

O mercado de construção civil é um dos segmentos da economia brasileira que movimentam negócios e empregos e a Construsul – Feira internacional da Construção foi realizada para reforçar este fato e reunir empresários, acionistas e fomentar novos rumos neste 22º edição. O evento aconteceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul durante 4 dias e terminou ontem (04) com uma imagem otimista sobre os novos rumo neste 2º semestre de 2019.

Veja também

“Estamos otimistas e com esperança que a Construsul 2019 marque o pontapé inicial para a retomada da construção civil no Brasil. Percebemos que o setor está muito otimista, mas que todos estão mantendo os pés no chão”, avaliou o diretor da promotora, Paulo Richter. “A feira foi excelente. A visitação atingiu o esperado, e o índice de renovação para 2020 está dentro das expectativas. Além disso, é perceptível a satisfação dos expositores com a realização de negócios durante a feira”, disse a promotora do evento.

Depois de alguns anos sem fazer parte do quadro de exposição da Construsul, a Âncora Group voltou a participar do evento em 2019, tendo em vista o mercado ascendente no país.  “Percebemos que a feira cresceu muito, aumentando de forma significativa o público qualificado. Recebemos diversos distribuidores e lojistas, conseguindo ampliar o nosso relacionamento no Sul do País. Neste ano, apresentamos a nossa nova marca, Einhell, aos sulistas, e a receptividade foi muito boa”, ressaltou Roberto Bernardi, diretor comercial do grupo.

“A participação na feira superou as nossas expectativas, pois conseguimos fechar diversas negociações e temos outras encaminhadas. A Construsul, com certeza, fez diferença para o segundo semestre da Âncora Group em termos de negócios, principalmente na construção civil. Tanto que já garantimos um espaço 50% maior para a próxima edição, quando pretendemos trazer um mix ainda maior de produtos”, comemorou Bernardi.

Destaques da Construção Civil neste edição

Na edição de 2019, um dos grandes destaques ocorreu no Espaço Construsul Construtechs, que juntou varias startups que mostraram projetos tecnológicos inovadores o  mercado de construção. “Feira também é inovação, e, por isso, neste ano, trouxemos este espaço, que, devido ao sucesso, já está confirmado para a edição de 2020”, revelou Richter. Ele também complementa que o mercado de construção civil sempre foi relutante no tocante ao uso de novas tecnologias , mas este paradigma começa a mudar, trazendo economia e agilidade a novos processos:

Construção Civil
GUILHERME GARGIONI/DIVULGAÇÃO/JC

“O setor teve que se render à tecnologia para aprender a otimizar os processos construtivos e de gestão, buscando reduzir custos. Na feira, conseguimos tornar tangíveis alguns conceitos tecnológicos do setor. Os visitantes puderam ver de perto a realidade aumentada aplicada à construção civil, por exemplo”, explicou Richter. Fontes e entrevistas via Jornal do Comércio

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, com experiência no setor O&G em empresas nacionais e internacionais.