Constellation anuncia reativação da Sonda Gold Star para atender contratos com a Petrobras

Petrobras Constellation Sonda Gold Star

A sonda Gold Star é uma das três sondas semissubmersíveis; o novo contrato com a Petrobras passará a ter validade em janeiro de 2020.

Constellation acaba de anunciar a reativação da sonda Gold Star, a mesma atenderá contratos com a Petrobras previstos para início do ano que vem. No mês passado a companhia anunciou a assinatura de um contrato envolvendo a Omni Táxi Aéreo visando atender seu navio-sonda Amaralina Star. 

A sonda Gold Star é primeira em uma fila de três sondas semissubmersíveis que iniciarão os seus contratos com a Petrobras.

Em julho deste ano a Petrobras concedeu a renovação de contrato para 3 sondas offshore da Constellation, as unidades são as sondas Alpha Star, Gold Star e Lone Star e o novo contrato com a Petrobras passa a vigorar em janeiro de 2020

As unidades, a Alpha Star e a Gold Starsão plataformas de perfuração semissubmersíveis em águas ultraprofundas, com capacidade para perfurar em profundidades de até 9.000 pés. Já a Lone Star tem capacidade para perfurar em profundidades de até 7.900 pés.

Segundo a empresa o último domingo, 05 de Outubro, foi um dia muito importante, com um passo significativo na reativação da sonda.

A Constellation, empresa prestadora de serviços de perfuração de poços terrestres e marítimos e de operações de plataformas, informou também,  que o novo contrato com a petroleira brasileira passará a ter validade em janeiro de 2020.

No momento a Gold Star está posicionada na Área 1, na Baía de Guanabara, para a instalação de seus thrusters, as informações foram anunciadas pelo veículo oficial notícias da empresa

“Parabenizamos todas as nossas estrelas que vêm conduzindo essa preparação com muita determinação e comprometimento”, declarou a Constellation.

Curso de Salvatagem + HUET

A Constellation tem uma frota composta de oito sondas de perfuração offshore, sendo duas semissubmersíveis ancoradas para operação em lâmina d’água de até 1.100 metros, três de posicionamento dinâmico para operação em lâmina d’água de até 2.700 metros e três navios-sonda para operação em lâmina d’água até 3.000 metros.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.