Concremat construirá usina da Vale e da chinesa CCCC no Pará

Usina no Pará será feita pela Concremat

Parceria entre Vale e os Chineses, controladores da Concremat, irá construir empreendimento de R$ 1,5 bilhão em Marabá, sudeste do Pará.

Foi dada ontem (23/05), a largada para a construção de uma laminadora de aços planos em Marabá, no estado do Pará.
Em uma reunião no final da tarde foi assinado o protocolo de entendimentos para a construção da usina, participaram do evento os presidentes da Vale, Eduardo Bartolomeo, o da Concremat, Mauro Viegas Neto, além do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB).

O empreendimento tem investimentos previstos na casa de R$ 1,5 bi é uma parceria entre o grupo chinês de engenharia e construção China Communications Construction Company (CCCC) e a Vale.
A companhia chinesa é a controladora da Concremat depois da aquisição de 80% da companhia brasileira em 2016 por R$ 350 milhões.

A Concremat ficará responsável pela execução das obras e a Vale pela viabilização financeira do projeto que será desenvolvido em conjunto pela CCCC e Concremat.

A siderúrgica terá a capacidade de fabricar 300 mil toneladas ao ano de aços laminados que deverão ser vendidos no mercado interno e segundo o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), o projeto executivo e o processo de licenciamento deverão estar concluídos até 2020 e as obras se iniciarão logo em seguida.

Sonho antigo

O sonho do estado do Pará de ter sua própria usina vem de muito tempo, a usina chegou a ser anunciada pelo presidente do Brasil, na época, Luiz Inácio Lula da Silva e pelo então presidente da Vale, Roger Agnelli, que se chamaria Aços Laminados do Pará (Alpa), mas o projeto não foi á frente.

O estado do Pará é detentor da reserva de Carajás e sempre espera, assim como os estados do Maranhão, Espírito Santo e Minas Gerais, por investimentos da Vale que é forte geradora de empregos nestes estados onde opera.
Já a CCCC é dona de 51% do projeto de construção de um terminal portuário no Maranhão junto com a WTorre e tem interesse em participar de projetos de portos e ferrovias no Brasil.

Veja também ! A Metodo Potencial, empresa detentora do contrato da UPGN do Comperj, ganha mais um contrato de Manutenção de fornos na Refinaria de Cubatão e se aproxima dos 200 contratos deste tipo !


Baixem também o aplicativo  Empregos e Noticiais CPG para Android na Playstore clicando aqui. Nele postamos informações e oportunidades exclusivas todos os dias.

Gostaria de compartilhar uma foto conosco da sua área de trabalho, vagas de empregos ( com as fontes), sugestões de pautas ou alguma outra informação importante do ramo de energia e empregabilidade? Entre em contato com a gente no Messenger aqui.

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships