BYD e Toyota fecham parceria para desenvolver carro elétrico popular com tecnologia de última geração e preço atrativo, em 2022

Valdemar Medeiros
por
-
06-12-2021 12:21:12
em Automotivo, Veículos Elétricos
BYD - Toyota - carros elétricos - carro elétrico popular - carro barato Cerca de 300 engenheiros de ambas as marcas tocarão projetos juntos – créditos: Insideevs

A Toyota, em um acordo com a BYD, promete lançar um carro elétrico popular na China no próximo ano. A empresa já havia começado uma parceria com a BYD para o desenvolvimento de baterias que gerou na criação de um centro de Pesquisa & Desenvolvimento compartilhado. A agência Reuters informou que as pessoas próximas acreditam que esse movimento é uma espécie de ponto de virada para a Toyota na frente de crescimento e eletrificação no país asiático.

Leia também

Novo carro elétrico popular da Toyota será do segmento C

A possibilidade de alcançar as metas traçadas seria encontrada na bateria de lâmina Blade, da chinesa BYD, que conta com soluções racionais de montagem e uma química LFP para permitir uma redução considerável nos custos de produção.

O novo carro elétrico da Toyota, provavelmente, será um dos volumes do segmento C, com um espaço um pouco maior que um Toyota Corolla, um dos modelos mais vendidos da história. De acordo com fontes da Reuters, o carro elétrico popular seria definido como um Corolla com mais espaço nos bancos de trás.

O novo carro elétrico popular, desenvolvido em parceria com a BYD, será exibido no Salão do Automóvel de Pequim, que está previsto para acontecer em abril de 2022 e poderá ser apresentado ao público como o segundo representante da família bZ, que estreou com o SUV bZ4X recentemente. Entretanto, pelo menos no início será reservado apenas para o mercado da China.

Novo veículo da Toyota em parceria com a BYD deverá custar 25 mil euros

O carro elétrico popular deve chegar ao mercado custando menos de 200 mil Yuan, cerca de 25 mil euros, e estará no caminho, concorrendo com carros elétricos premium, como o NIO ES6 ou o Tesla Model Y, e os novos carros elétricos super baratos que já estão em uma grande parte do mercado chinês.

A decisão de se juntar à chinesa BYD para este tipo de carro elétrico popular decorre de uma série de avaliações que a Toyota fez em vários anos de testes e comparações que levaram à conclusão de que os modelos da marca chinesa são robustos, mais baratos e confiáveis que os próprios modelos da japonesa.

Toyota venderá modelos zero emissão apenas em 2035 na Europa

O fato da Toyota ter anunciado a produção de um modelo com baterias LFP é um sinal claro da sua vontade de fabricar modelos elétricos em massa. E se, por ora, será apenas na China, não se pode descartar que futuramente poderá trazer este tipo de tecnologia ao Ocidente, tendo em vista que a empresa anunciou na última semana que, pelo menos nos países da Europa Ocidental, só venderá veículos zero emissão em meados de 2035.

De acordo com as intenções, na próxima década os neutros em emissão já representarão 50% das vendas totais. Entretanto, vale ressaltar que se trata de veículos de emissões zero, não de veículos elétricos.

A Toyota, voltou a dizer que busca a descarbonização da linha com uma abordagem holística, trabalhando em várias tecnologias, como combustíveis alternativos e hidrogênio.  

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.