Início BW Energy negocia campos de petróleo e gás natural no Polo Golfinho com a Petrobras

BW Energy negocia campos de petróleo e gás natural no Polo Golfinho com a Petrobras

14 de junho de 2022 às 23:33
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Buscando ampliar cada vez mais o seu portfólio de negócios no mercado brasileiro de petróleo e gás natural, a BW Energy foi convidada pela Petrobras a participar das negociações de venda dos campos da estatal localizados no Polo Golfinho.
Foto: Agência Petrobras de Notícias

Buscando ampliar cada vez mais o seu portfólio de negócios no mercado brasileiro de petróleo e gás natural, a BW Energy foi convidada pela Petrobras a participar das negociações de venda dos campos da estatal localizados no Polo Golfinho.

Na manhã desta terça-feira, (14/06), a BW Energy deu mais um passo em busca de ampliar sua presença no setor de óleo e gás brasileiro. Após a aquisição do campo de Maromba, convidada pela Petrobras às negociações de venda dos campos de petróleo e gás natural localizados no Polo Golfinho, na Bacia do Espírito Santo. A estatal está com seu projeto de desinvestimento no polo e a BW Energy pode fazer parte dos futuros contratos de concessão dos campos após o convite. 

Petrobras convida BW Energy para participar das negociações do seu plano de desinvestimento dos campos de petróleo e gás natural no Polo Golfinho

Dando continuidade ao seu projeto de concessão de poços e campos de exploração de óleo e gás no território nacional, a Petrobras agora convidou a BW Energy para participar das negociações de venda dos campos de petróleo e gás natural do Polo Golfinho.

Artigos recomendados

As reservas da estatal estão localizadas nas águas profundas da Bacia do Espírito Santo e podem fazer parte do plano de crescimento no setor petrolífero da companhia energética ao longo dos próximos meses. 

A BW Energy já estava de olho em diversos campos de exploração de petróleo e gás natural no Brasil e, recentemente, fez a aquisição do campo de Maromba, para expandir sua presença no segmento. Agora, a companhia energética busca diversificar ainda mais sua participação na exploração de óleo e gás no Brasil e pode realizar a aquisição futura dos campos de petróleo da Petrobras no Polo Golfinho, para garantir novos negócios produtivos para o seu portfólio. 

A localização do Polo Golfinho é bastante estratégica e fica em lâmina d’água entre 1.300 metros e 2.200 metros, compreendendo os campos de Golfinho, produtor de óleo, e Canapu, produtor de gás não associado, e o bloco exploratório BM-ES-23.

A Petrobras possui 100% de participação nas concessões da área, com exceção do bloco exploratório BM-ES-23, onde tem participação de 65%, em parceria com a PTTEP (20%) e Inpex (15%). Assim, a empresa agora busca o desinvestimento no polo e pretende realizar a concessão das áreas para exploração de gás natural e petróleo nos próximos meses. 

Companhia pode diversificar ainda mais seu portfólio de negócios no ramo de petróleo e gás com as negociações do Polo Golfinho junto à Petrobras

A BW Energy está cada vez mais focada no ramo de petróleo e gás brasileiro e, atualmente, possui participação em 73,5% da produção de Dussafu Marine Permit, no offshore do Gabão; e uma participação de 95% no campo de Maromba, na Bacia de Campos.

Dessa forma, as reservas líquidas da empresa no setor estavam somando cerca de  241 milhões de barris no início de 2022 e o foco principal da companhia é expandir esses números ao longo do próximo ano. 

Assim, a companhia energética anunciou o convite da estatal em nota nesta terça: “A empresa BW Energy foi convidada para a etapa de negociação, conforme comunicado por esta empresa na data de hoje. A assinatura do contrato de compra e venda ainda está sujeita à aprovação dos órgãos competentes da Petrobrás”. Enquanto a Petrobras afirmou que “reforça o seu compromisso com a ampla transparência de seus projetos de desinvestimento e de gestão de seu portfólio e informa que as etapas subsequentes do projeto serão divulgadas tempestivamente”.

Dessa forma, ambas as empresas trabalharão de modo transparente e claro com o público quanto às negociações em relação à venda dos campos do Polo Golfinho, mas aguardam novos rumos para a parceria ao longo dos próximos dias. 

Relacionados
Mais recentes