Após mais de 45 anos, Governo conclui obras de pavimentação da BR-163 entre Pará e Mato Grosso


Após mais de 45 anos, Governo Bolsonaro conclui obras de pavimentação da BR-163 entre Pará e Mato Grosso

As obras de pavimentação da BR-163, importante via de ligação de Mato Grosso com portos no Pará, iniciaram pelo Governo em 1970.

As obras de pavimentação da BR-163/PA, entre Sinop/MT e Miritituba/PA foram inauguradas um ano após a promessa feita pelo Governo Federal. O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Tarcísio Gomes de Freitas compareceram ontem (14) a cerimônia de inauguração.  O impacto de obras de infraestrutura na economia do Brasil

Leia também

A rodovia, importante via de ligação de Mato Grosso com portos do Rio Tapajós, no Pará, começou a ser construída na década de 1970, mas só foi concluída ao longo do último ano. A obra foi executada por dois batalhões de engenharia e construção do Exército, que resultou no asfaltamento dos últimos 51 quilômetros que faltavam.

A obra garante o escoamento da safra de grãos que sai do centro do Brasil, sobretudo do estado do Mato Grosso, até os portos do Pará, com destaque para Miritituba. Para a conclusão do trecho, o Governo Federal investiu cerca de R$ 158 milhões.

O ministro afirmou que a obra na BR-163/PA já transformou a vida dos milhares de caminhoneiros que circulam pela rodovia. “Sabemos que é somente o início de um ciclo que só tende a gerar mais benefícios para a região”, ressaltou.

Tarcísio lembrou ainda da dificuldade dos caminhoneiros, em fevereiro de 2019, de transitar pela BR, onde ficaram cerca de 10 dias parados no trecho. “Os caminhoneiros acreditaram no Governo Federal. Estamos escrevendo a história! Esse é o momento de celebrar e amanhã de trabalhar”.

“Aos caminhoneiros, naquela época, trouxe a promessa do presidente Jair Bolsonaro e reafirmei o compromisso de concluir a pavimentação da BR-163/PA até o final de 2019”, lembrou o ministro. “O time do presidente sabia o que fazer para concluir a obra. E fizemos!”, concluiu.

Caminhoneiros que enfrentavam filas e atoleiros na BR-163/PA podem comemorar! Com a pavimentação do trecho entre SINOP/MT e Miritituba/PA concluída, em novembro de 2019, trafegar pela região passou a ser mais rápido e mais seguro!

Com a conclusão, todos ganham! O produtor paga menos para o transporte da carga e o caminhoneiro consegue realizar mais viagens em menos tempo, faturando mais no fim do mês!

Além disso, segundo o Movimento Pró-Logística, que representa os produtores que pagam pela carga transportada por caminhoneiros, estima-se aumentar, em 2020, cerca de 30% da movimentação de veículos e cargas no trecho. O Brasil Já Mudou e segue a passos largos rumo ao desenvolvimento!

Após mais de 45 anos, Governo conclui pavimentação da BR-163/PA

Um ano após a promessa feita pelo Governo Federal, o presidente Jair Messias Bolsonaro e o ministro Tarcísio Gomes de Freitas inauguraram hoje (14) as obras de pavimentação da BR-163/PA, entre Sinop/MT e Miritituba/PA. A obra garante o escoamento da safra de grãos que sai do centro do Brasil até os portos do Pará. Para a conclusão do trecho, o Governo Federal investiu cerca de R$ 158 milhões. O ministro afirmou que a obra na BR-163/PA já transformou a vida dos milhares de caminhoneiros que circulam pela rodovia. "Sabemos que é somente o início de um ciclo que só tende a gerar mais benefícios para a região”, ressaltou. Tarcísio lembrou ainda da dificuldade dos caminhoneiros, em fevereiro de 2019, de transitar pela BR, onde ficaram cerca de 10 dias parados no trecho. "Os caminhoneiros acreditaram no Governo Federal. Estamos escrevendo a história! Esse é o momento de celebrar e amanhã de trabalhar"."Aos caminhoneiros, naquela época, trouxe a promessa do presidente Jair Bolsonaro e reafirmei o compromisso de concluir a pavimentação da BR-163/PA até o final de 2019", lembrou o ministro. "O time do presidente sabia o que fazer para concluir a obra. E fizemos!", concluiu.Confira: https://bit.ly/38vshXh

Posted by Ministério da Infraestrutura on Friday, February 14, 2020

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.

Flavia Marinho

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.