Além da UPGN, Metodo Potencial foca em descomissionamento de plataformas

Metodo Potencial

Empresa que trabalha na UPGN em parceria com a Chinesa Kerui, a Metodo Potencial agora procura novos parceiros para atuar em novo nicho de mercado

O anúncio da Petrobras de desativar dez plataformas de petróleo até 2023 atraiu a Metodo Potencial Engenharia, empresa detentora de projeto no Comperj em parceria com a chinesa Kerui.
A Metodo Potencial Engenharia, de olho nessa nova oportunidade de negócios que se abrirá no mercado depois que a Petrobras revelou suas intenções e atraiu de vez o foco das atenções para este tipo de contrato.

Focando neste novo nicho do mercado, o gerente de Orçamentos e Propostas da Metodo Potencial, Edson Siqueira, declarou que a empresa vem procurando no mercado internacional empresas com experiência neste segmento.
O objetivo da empresa é fechar parcerias e segundo o gerente da Metodo Potencial, “Depois de muita prospecção, encontramos duas empresas da costa dos EUA que já fazem descomissionamento em águas rasas dentro da plataforma continental – a Shore Logistics e Mars”.

A outra empresa procurada e que dará apoio foi a Triunfo Logística e próximo passo da parceria é conseguir o primeiro contrato com a Petrobras ainda neste segundo semestre ou no início do ano que vem para viabilizar a existência da nova empresa.

A parceria fechada pela Metodo Potencial Engenharia está de olho no cronograma de descomissionamento da Petrobras com as empresas estrangeiras se juntando ao consórcio em caso de vitória em alguma licitação.
Na licitação para descomissionar as plataformas fixas de cação, a empresa ficou em terceiro lugar, e a licitação foi vencida pela EPIC. O resultado ainda está em avaliação pela Petrobras.

Novas tecnologias

Segundo o gerente da Metodo Potencial as empresas estrangeiras vão trazer suas tecnologias mais avançadas de descomissionamento de plataformas marítimas.
Uma delas é um sistema de monitoramento por robô, que faz a filmagem em águas profundas, além do sistema de corte das jaquetas em águas profundas que será trazido dos Estados Unidos.

A intenção do Metodo Potencial também é utilizar um super guindaste (trazido do exterior), para fazer a remoção da plataforma de forma completa e fazer a desmontagem da estrutura em terra, dividindo todo o projeto em 3 partes.
A nova tecnologia vai otimizar o tempo das atividades “in loco” e o papel da empresa será o de gerenciar o empreendimento, fazendo o planejamento e fazer a desenergização de equipamentos a bordo, além de estudos de rigging.

Leia também ! Rio de Janeiro vai gerar meio milhão de empregos no setor de óleo e gás até 2027, segundo FIRJAN !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)