Aeris Energy investirá na construção de novo centro de distribuição, no estado do Ceará

Roberta Souza
por
-
29-06-2021 15:37:48
em Economia, Negócios e Política
Aeris Energy – construção – Ceará Fábrica da Aeris Energy/ Fonte: Site da Empresa Aeris Energy

O novo empreendimento da Aeris Energy, em Caucaia, no Ceará, dará suporte ao fluxo de construção e entrega de pás eólicas da empresa

Ontem, a fabricante de pás eólicas Aeris Energy anunciou a construção do seu novo centro de distribuição, localizado em Caucaia, no estado do Ceará. Segundo a empresa, o empreendimento contará com uma área de 35 mil metros quadrados que será utilizada para dar suporte ao fluxo de construção e entrega das pás. A expectativa é inaugurar o empreendimento ainda no segundo semestre deste ano. Veja ainda: Multinacional brasileira líder em produção de pás eólicas Aeris Energy mira mercado de fornecimento de equipamentos para turbinas de usinas offshore dos Estados Unidos

Sobre o empreendimento da Aeris Energy, em fase de construção, no estado do Ceará

O novo estabelecimento deve contar com uma área de mais de 35 mil metros quadrados para dar suporte ao “fluxo de construção e entrega de pás” da Aeris Energy. A previsão é que a empresa inaugure o empreendimento ainda no segundo semestre deste ano. A empresa, contudo, não confirmou o valor que será investido no equipamento.

O processo de construção do centro de distribuição está caminhando em paralelo com a expansão do parque fabril da Aeris Energy, no Ceará, que deve trazer um incremento de 51 mil metros quadrados.

Novos aportes e projetos da empresa

A empresa, por meio da assessoria, diz que estão avançando com a expansão do parque fabril, que traz um incremento de 51 mil metros quadrados. Segundo a Aeris Energy, eles estão praticamente concluindo o ciclo de investimentos em expansão e no primeiro trimestre de 2021, investiram mais R$ 176 milhões. A empresa informou que devem atingir uma capacidade produtiva de 9 GW em breve e terão estrutura predial para fazer pás acima de 100 metros, diz a companhia.

A nota divulgada pela Aeris Energy ainda ressalta que a expectativa é seguir ampliando o parque fabril, com a construção de novas plantas. “Investimos na compra de mais terrenos no entorno da nossa sede e passamos de 320 mil metros quadrados para mais de 1 milhão de metros quadrados neste site”, informou a companhia.

Veja ainda: Aeris Energy planeja entrar no mercado offshore de energia eólica até 2025

A multinacional brasileira Aeris Energy anunciou que tem planos para entrar no mercado de energia eólica offshore até o ano de 2025. O anúncio foi feito no dia 20/05, por Bruno Lolli, diretor de Planejamento e de Relações com Investidores da fabricante brasileira de pás para aerogeradores. Os planos da empresa é incrementar o mercado de usinas offshore nos Estados Unidos (no qual tem planejamentos para instalar 30 gigawatts desta fonte até 2030), e também o Brasil, que ainda não possui empreendimentos de energia eólica nesse segmento.

De acordo com Bruno Lolli, o mercado de energia eólica offshore no mundo representa menos de 10% do total de instalações dos clientes do segmento. O diretor de Planejamento e de Relações com Investidores da Aeris Energy disse que quase todas as pás destinadas a esse mercado são produzidas pelos próprios geradores, mas em pouco tempo o segmento passará a exigir um maior volume de entregas, o que deve obrigar as empresas produtoras de turbinas a terceirizar parte da produção.

Bruno ainda diz que com esse crescimento forte do segmento de energia eólica offshore, principalmente no nordeste dos Estados Unidos, a Aerys Energy deve ter entrada neste mercado nos próximos 3 ou 4 anos. Foi citado também que não é intenção da empresa se tornar uma montadora de aerogeradores nem verticalizar na cadeia produtiva, mas pretende desenvolver pás com mais de 100 metros.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos