Aeris divulga muitas vagas no setor eólico para trabalhar no Ceará

Ceará contratando pela Aeris

Empresa especializada no segmento de energia eólica divulgou através do seu RH, em 16/04, vagas para várias funções buscando profissionais que tenham disponibilidade de residir no Ceará

A Aeris Energy divulgou ontem (16/04) vagas para profissionais com experiência no setor eólico, são vagas para Auxiliar de Manutenção, Alpinista Industrial para inspeções, Líder Técnico e Técnico de reparos para atuar em sua fábrica no Ceará.
A empresa é um fabricante de pás eólicas brasileira que atua em uma localização estratégica, combinando facilidades “state-of-the-art” e processos eficazes através de profissionais treinados para desenvolver produtos de alta qualidade.

Auxiliar de Manutenção de Blades

  • Atividades: Auxiliar nas atividades relacionadas a serviços externos nas pás eólicas; Auxiliar na inspeção das pás, visando identificar possíveis danos; Dar suporte nos reparos em pás e seus componentes nos parques eólicos, conforme orientações, respeitando os parâmetros estabelecidos para área;
  • Benefícios: Plano de saúde, plano Odontológico; Transporte da empresa, seguro de vida, PLR; Adicional de transferência e diária de viagem.
  • Requisitos / Conhecimentos: Disponibilidade para viagens e residir no Ceará; Ensino Médio Completo; Experiência em reparo de pás eólicas, será um diferencial;

Alpinista Industrial N2

  • Atividades: Preparar a estrutura para o acesso por corda, visando garantir a segurança durante as atividades e inspecionar o equipamento de acesso; Acompanhar as atividades da equipe de Alpinistas (Nível 1), se necessário realizar resgate por cordas;
  • Benefícios: Plano de saúde, plano Odontológico; Transporte da empresa, seguro de vida, PLR; Adicional de transferência e diária de viagem.
  • Requisitos / Conhecimentos: Disponibilidade para viagens e residir no Ceará; Experiência com rapel em parques eólicos; Elaboração de documentos básicos de segurança APR,PT, PET; Informática (Excel e Word).

Líder Técnico

  • Atividades: Liderar os trabalhos de manutenção corretiva e preventiva nos parques eólicos, afim de atender as demandas do cliente, em conformidade com as normas e procedimentos técnicos e de qualidade e segurança; Monitorar e orientar os serviços executados pela equipe, quanto aos procedimentos operacionais e de segurança, a fim de assegurar o cumprimento da manutenção preventiva e corretiva;
  • Benefícios: Plano de saúde, plano Odontológico; Transporte da empresa, seguro de vida, PLR; Adicional de transferência e diária de viagem.
  • Requisitos / Conhecimentos: Técnico em Mecânico, elétrica, mecatrônica ou áreas afins; Disponibilidade para viagens e residir no Ceará; Experiência em reparos de pás eólicas; Informática (Excel e Word).

Técnico de Reparo de Blades

  • Atividades: Executar reparos em pás eólicas, de acordo com as orientações do superior imediato, visando cumprir os parâmetros de qualidade, prazo e custos estabelecidos; Contribuir com o processo de manutenção corretiva e preventiva nos parques eólicos, mantendo os padrões de qualidade pela detecção e correção das não conformidades; Preencher documentos de controle dos serviços executados.
  • Benefícios: Plano de saúde, plano Odontológico; Transporte da empresa, seguro de vida, PLR; Adicional de transferência e diária de viagem.
  • Requisitos / Conhecimentos: Disponibilidade para viagens e residir no Ceará; Ensino Técnico completo ou cursando; Experiência em reparos de pás eólicas; Informática (Excel e Word).

Os interessados deverão encaminhar currículos para o email [email protected] com o nome da função no campo assunto, até o dia 30/04/2019.

Mais Técnicos Escaladores são requisitados por grandes empresa, desta vez pela Modec – Área de Inspeção e o segmento é o de Óleo e Gás ! Acesse aqui e veja quais vagas estão abertas !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)