Programa de desligamento voluntário da Petrobras prevê retorno de R$ 18 bilhões até 2025

Roberta Souza
por
-
06-07-2020 21:17:46
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras, petróleo, exploração de petróleo Roberto Castello branco

Com a saída de 10.082 funcionários inscritos em seu PDV, a Petrobras estima retorno de 18 bilhões de reais até 2025

De acordo com publicação da Petrobras na última quinta-feira, a empresa informou que deverá receber cerca de R$ 18 bilhões em “retorno adicional” até 2025 com a inscrição de seus 10.082 funcionários nos programas de desligamento voluntário (PDVs) ou de aposentadorias incentivadas (PAI).

Veja ainda outras notícias:

A estatal também estima que, até 2025, devido à saída de mais de 10.000 funcionários registrados no plano, a empresa reduzirá os custos com pessoal em aproximadamente R$ 4 bilhões por ano, o que representa 22% do número total de funcionários existentes.

Segundo o presidente da empresa, Roberto Castello Branco, “Cabe destacar que o impacto esperado das indenizações no caixa da companhia não será imediato em 2020, mas sim diluído ao longo dos próximos três anos. Isso porque, no PDV 2019, existem categorias com saída prevista em até 24 meses, o que diluirá os desligamentos no tempo”.

“Além disso, a companhia optou por diferir o pagamento das indenizações em duas parcelas, sendo uma no momento do desligamento e a outra em julho de 2021 ou um ano após o desligamento, o que for maior”, declarou.

Em 2013, a empresa possuía cerca de 86 mil funcionários. “Os programas de desligamento voluntário foram elaborados com a preocupação principal de respeitar o direito de livre escolha de nossos colaboradores…. O resultado do PDV 2019 foi extremamente positivo com 94% de adesão, dos 10.053 empregados elegíveis…”, frisou Castello Branco.

Além do Programa Aposentadorias Incentivas (PAI), programa de desligamento voltado aos empregados aposentáveis com vigência até 31 de dezembro de 2023, a companhia implementou três outros planos: PDV 2019; PDV específico para empregados lotados em ativos/unidades em processo de desinvestimento; PDV exclusivo para os empregados que trabalham no segmento corporativo da empresa.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos