Petróleo Brent e WTI: Diferenças e como são negociados no mercado

Keila Andrade
por
-
23-05-2021 18:26:28
em Petróleo, Óleo e Gás
Petróleo Brent WTI como são negociados

As commodities são uma das maiores fontes de divisas para qualquer país e isso não é segredo para ninguém. Dentre muitas delas, o petróleo tem chamado bastante atenção. Especialmente por ser um recurso importante para produzir matéria-prima para diversos produtos e ser fonte de energia. No entanto, há muita dúvida sobre o petróleo Brent e o petróleo WTI, não é mesmo?

Existem diversos tipos de petróleo negociados no mercado, vamos conhecê-los e destacar suas diferenças, veja a lista de conteúdos que você encontrará a seguir:

  1. O que é Petróleo Brent
  2. O que é Petróleo WTI
  3. Como investir em petróleo?
  4. Investir em petróleo vale a pena?
  5. Por que se atentar para o petróleo?
  6. Produção na Arábia Saudita
  7. Por que Brent e WTI têm preços diferentes?

Além dos anteriormente citados: Brent e do WTI, existe ainda o Dubai Crude, um tipo de petróleo mais pesado do Oriente Médio. Entretanto, os que são mais negociados na bolsa de valores brasileira são o Brent e o WTI (West Texas Intermediate).

Petróleo Brent

O petróleo Brent é um petróleo mais leve, negociado na Bolsa de Londres com produção no mar do norte da Europa e na Ásia.

Ele é usado como preço de referência no mundo, isto é, quando você ouve ou lê uma notícia sobre o preço do barril de petróleo, o Brent é o mais citado.

Por ser extraído, inicialmente, de uma plataforma de petróleo da Shell chamada Brent ele tem esse nome.

Petróleo WTI

Já o petróleo WTI (West Texas Intermediate) é um tipo de petróleo mais pesado, produzido nos Estados Unidos, especialmente na região do Texas, Louisiana e Dakota do Norte.

Ele tende a ser um pouco mais caro que o petróleo Brent, por ser mais pesado e mais difícil de ser refinado, e por ter qualidade um tanto quanto superior. Além do mais, tem um custo elevado para a extração.

Diferenças do Brent para o WTI. Resumo/ Fonte: Canal Forex

Como investir em petróleo?

Na B3, é possível negociar petróleo através de ações de petroleiras, contratos futuros de commodities e BDRs de petroleiras internacionais.

Para investir em petroleiras, é imprescindível saber o tipo de petróleo que a petroleira está correlacionada.

As ações da Petrobrás (PETR4 e PETR3) são correlacionadas com petróleo Brent. Ou seja, o preço deste petróleo influencia diretamente as ações da empresa. 3R Petróleo (RRRP3) e PetroRio (PRIO3)  são ativos também correlacionados com o petróleo Brent.

O mercado futuro de petróleo também é uma forma de se investir na commodity.

Para investir em petróleo WTI, você tem que colocar o ticker WTI + a letra do mês + os dois dígitos do ano de expiração do contrato, seguindo a tabela de meses abaixo:

O BDR da Exxon Mobil (EXXO34), petroleira americana, também tem forte correlação com petróleo WTI.

Apesar de registrar em 2020 um prejuízo anual de 22 bilhões, Exxon é a quarta maior petroleira do mundo, segundo a revista Exame.

Outros BDRs de petroleiras são Sinopec (C1HI34), PetroChina (PTCH34), Chevron (CHVX34) e Shell (RDSA3).

Investir em petróleo vale a pena?

Investindo em petróleo, será que vale a pena?/ Fonte: Investidor Brasil a Fora

Por que se atentar para o petróleo?

A diversificação em produtos em dólar, o super ciclo das commodities e o plano quinquenal chinês são outros fatores determinantes para que os ativos de petróleo tirem vantagens do cenário.

E durante as eleições presidenciais estadunidenses em 2020, Biden atentou para uma maior regulação da exportação de petróleo WTI, objetivando conter os avanços do aquecimento global.

Com a eleição de Biden, mesmo que levem alguns anos para que estas medidas se concretizem, a ameaça do impacto da exportação inevitavelmente gera uma pressão no mercado futuro.

Produção na Arábia Saudita

Na OPEP, a batalha entre a Rússia e a Arábia Saudita já dura alguns anos.

Os dois maiores produtores de petróleo do mundo entraram uma guerra de preços dentro da Organização dos Exportadores de Petróleo que chegou a derrubar o Brent em 30% em março de 2020, uma das maiores quedas desde a Guerra do Golfo, em 1991.

Com o aumento excessivo da produção da Arábia Saudita e a suspeita de oferta de barris de Brent com 20% de desconto por parte do grande exportador do Oriente Médio, a Rússia reivindicou regulamentação frente à OPEP.

Como resposta, a organização definiu que havia cortes de produção que acabaram tendo um resultado de alta no preço do petróleo Brent.

O movimento apresenta uma assimetria dentro da oferta e demanda, uma vez que um petróleo mais leve e barato passou, a partir de 2021, a ter um movimento de alta em decorrência do controle da produção.

Além disso, a partir da recessão pela crise do novo coronavírus, muitas petroleiras de petróleo Brent e WTI diminuíram seu CAPEX. Em outras palavras, o capital disponível para gastos com bens de capital e instalações está reduzido.

Pela redução de todo o dispêndio com novas tecnologias e novas máquinas, a probabilidade de encontrar novas reservas de petróleo se torna cada vez menor.

Por isto, os baixos orçamentos destinados para exploração fazem com que a possibilidade de oferta seja pequena, mas a demanda se mantenha a mesma.

Por que Brent e WTI têm preços diferentes?

Desde os anos 80, WTI e Brent têm sido negociados quase ao mesmo preço. Já aconteceu de o WTI era mais caro que o Brent. No entanto, atualmente o WTI tem preço menor que o Brent: a diferença varia entre $10 e $20 o barril.

Os preços dependem especialmente do custo de produção e transporte.

O petróleo Brent é produzido próximo ao mar, então os custos de transporte são significativamente menores.

Enquanto o petróleo WTI é produzido em áreas continentais, o que implica em problemas de infraestrutura que dificultam o escoamento da produção norte-americana para o mercado, e acaba por elevar os custos de transporte.

O Brent tem uma qualidade menor que WTI, porém, se tornou um padrão do petróleo e tem preço elevado por conta das exportações mais confiáveis.

Outro fator importante a se considerar são problemas geopolíticos: as tensões no Oriente Médio são o que mais pesa no petróleo. É sabido que quando a oferta de um ativo diminui, os preços sobem.

O West Texas Intermediate é menos afetado porque ele vem de áreas continentais dos Estados Unidos.

O preço do WTI é formado por inventários de petróleo bruto. Assim que a quantia sobe, o WTI cai. Se a quantidade de inventários cai, o WTI sobe. Ou seja: quando a procura aumenta, os preços sobem.

Tags:
Keila Andrade
Jornalista há 20 anos, especialista em produção e planejamento de conteúdos online e offline para estruturas do marketing digital