Petrobras volta a perfurar em Sagitário, no pré-sal de Santos

Petrobras retoma campanha

Sonda ODN I da Ocyan volta a fazer campanha de perfuração no campo de Sagitário, da Petrobras, cinco anos depois de descoberta

Um projeto de exploração, que parecia abandonado pela Petrobras, voltou a ativa depois de mais de 5 anos. O campo de Sagitário está sendo perfurado pela sonda ODN I da Ocyan. Veja também ! Bacia de Sergipe deve receber perfurações da ExxonMobil já em 2020 !
O campo de Sagitário foi declarado, em 2014, como possuidor de uma coluna de hidrocarbonetos de 159 metros em 2014 e fora informado na época, que o petróleo era de boa qualidade, ou seja, 32º API.

O planejamento da Petrobras é utilizar a sonda da Ocyan até atingir mais de 6,6 mil metros de profundidade. O campo de Sagitário fica no bloco S-M-623 do pré-sal do a Bacia de Santos,
A estatal retomou os trabalhos em Sagitário, através da perfuração em uma extensão do projeto, o 3-BRSA-1370-SPS, no pré-sal de Santos.

Queda nas perfurações

Até o momento, foram perfurados no offshore brasileiro, 6 poços exploratórios, que somados aos outros 24 poços de poços de produção e injeção, totalizando 24.
Sendo que o número de sondas utilizadas ficou em um total de 16, incluindo plataformas de cabeça de poço, como as da Equinor, no Campo de Peregrino, WHP-A e B.

A continuar este ritmo, não teremos boas notícias para as empresas de drilling. Ao término do ano devemos ter novamente uma queda nos números.
A média de poços perfurados, somando exploração e poços de produção e injeção, no offshore brasileiro, tem sido de 45 a 50 perfurações por ano, faltando pouco mais de 3 meses para encerrar o ano, é bem provável que este número não seja alcançado.

Uma boa amostra do fato, é a ausência da Petrobras das atividades de perfuração, a única campanha da companhia foram os dois poços na Bacia de Sergipe, onde pretende instalar dois FPSOs.

Leia também ! Veja a lista das 17 petroleiras que participarão do leilão da ANP no dia 10 de outubro !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)