Petrobras perde importância no Brasil com o surgimento de multinacionais

Petrobras perde importância no Brasil com o surgimento de multinacionais

Especialistas dizem que a Petrobras vem diminuindo drasticamente suas operações no Brasil a medida que estrangeiras adquirem blocos exploratórios

A Petrobras produziu cerca 75% em fevereiro em 2018 e mais de 92% em 2010, bem no final do governo do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esta redução iniciou-se acontecer quando às atividades do pré-sal estavam se iniciando, já na governança de Dilma Rousseff. Quando Michel Temer assumiu a presidência do Brasil em 2016, houve uma leve aceleração devido a abertura de mercado às estrangeiras, o que ocasionou redução de 7 pontos de papeis participativos da Petrobras no mercado.

Segundo especialistas, a Petrobras tende a reduzir suas operações a medida que outras multinacionais do petróleo vão ocupando o mercado, entre as principais, a Statoil, Total, Exxon Mobil e Shell, que já estão em uma verdadeira maratona para assegurar tantas participações no pré-sal quanto possível, que na verdade, é um dos ativos de petróleo mais promissores do planeta já encontrado, muita extensa e que apenas uma companhia não é capaz de explorar.

Desde setembro de 2017 até o momento, o Brasil promoveu três leilões de blocos exploratórios com mais um agendando daqui à 2 meses. A Petrobras enxerga isto como uma faca de dois gumes: Ela perde o monopólio das produtividades operacionais em território nacional, porém, ela consegue agregar novas tecnologias e ganhar fôlego financeiro fazendo parcerias com multinacionais.

Nelson Silva, diretor de Estratégia da Petrobras, disse que a situação infelizmente é um mal necessário, mas é de suma importância outras petroleiras operarem no país neste momento. Como muitos dos projetos da estatal foram congelados devido a questão da Lava-jato, foram muito prejuízos, na ordem de bilhões em dólares comerciais com as baixas nos preços do barril de petróleo.

A cada dia que passa, as empresas estrangeiras estão expandindo seus negócios no Brasil, podemos pegar com ilustração a Exxon, que injetou mais de US$ bilhões fazendo parcerias para adquirir 22 permissões operacionais offshore nos últimos meses. Samuel Pessoa, economista da FGV, diz que a inserção das petrolíferas estrangerias em nosso mercado é essencial para que o Brasil volte a produzir pelo menos 4 milhões de barris diariamente e garantir uma certa “estabilidade”.

Muitos dizem que a Petrobras está trilhando um caminho inevitável para privatização entregando suas carteira de serviços para estrangeiras, outros alegam que a estatal não tem caixa e tecnologia para explorar todos os blocos de petróleo do país. Uma coisa é certa, o Brasil tem um dos potenciais de hidrocarbonetos mais relevantes do país e explora-lo é necessário para garantir impostos e robustez na economia.

Como se qualificar para trabalhar em qualquer área

Hoje em dia, não basta apenas que vocês sejam apenas bons profissionais, vocês devem ter qualificação e formação na sua área de atuação. Vamos indicar à vocês duas Instituições de Ensino totalmente reconhecidas pelas empresas, que irão lhes preparar preparar para o mercado que exige nível profissionalizante ou Técnico.

Centro Edunacional PremiumCentro Educacional Premium - Voltada a ministrar cursos técnicos por equivalência profissional em 45 dias ou a distância. Ela está situada na cidade de Macaé - RJ, mas atende em todo território nacional. Entre em contato com ela nos telefones (22)3311- 0800: Pode ligar a cobrar /  (22)999697246: Também é Whatsapp ou clique aqui e deixe seu contato.

Smart Treinamentos - Especializada em cursos na área do petróleo como Pintura Industrial Abraco, Escaladores Irata entre outras capacitações. Ela está situada na cidade de Campos dos Goytacazes -RJ e sua grande vantagem é que ela fornece hospedagem e alimentação se você for de fora da cidade. Liguem nos telefones Ligue: 22 99903-9565( Whatsapp) / 22 3026-2630 ou acessem o site dela aqui para mais informações.
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.