Localizada no Porto do Açu, obras da usina termelétrica GNA II serão iniciadas em outubro

Roberta Souza
por
-
28-09-2021 14:33:01
em Refinaria e Termoelétrica
Termelétrica – usina – Porto do Açu – empregos Obras da usina termelétrica GNA/ Fonte: FGV Energia

As obras da usina termelétrica no Porto do Açu, podem gerar cerca de cinco mil empregos na região de São João da Barra e de Campos dos Goytacazes

A Gás Natural Açu (GNA), joint venture formada por BP, Siemens, SPIC Brasil e Prumo Logística, foi autorizada pela Prefeitura de São João da Barra (RJ) a iniciar a construção de sua segunda usina termelétrica no Porto do Açu, a GNA II, prevista para entrar em operação comercial em 2024. Segundo o jornal Estadão, as obras devem começar em outubro, e a empresa já iniciou a preparação do local no qual o empreendimento será instalado e novas vagas de emprego serão criadas. Leia ainda esta notícia: Usina termelétrica Marlim Azul, em Macaé, está com 70% das obras concluídas e entrará em operação em 2023

 A nova UTE GNA II, localizada no Porto do Açu

De acordo com informações divulgadas pelo Estadão, usina termelétrica será composta por três turbinas a gás natural e uma a vapor, que totalizarão capacidade instalada de 1,67 gigawatts (GW), energia suficiente para atender 7,8 milhões de residências. O investimento total está previsto em R$ 5 bilhões, sendo R$ 3,93 bilhões obtidos por meio de financiamento junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A construção das usinas e o fornecimento de equipamentos, como turbinas a gás e a vapor, além das caldeiras de recuperação de calor são de responsabilidade da Siemens Energy, que também fornecerá serviços de operação e manutenção para as unidades. Já o gás natural será importado e fornecido pela BP.

Geração de empregos durante as obras da termelétrica

Como citamos em uma outra oportunidade, segundo o site O Dia, as áreas de atuação, os requisitos e outros detalhes sobre os postos de trabalho nas obras da nova UTE GNA II não foram divulgados.

Por meio do Sistema Automatizado de Gestão da Empregabilidade (SAGE), ferramenta da Prefeitura de São João da Barra, os moradores podem cadastrar o currículo e os dados pessoais. Mas vale ressaltar que o sistema funciona como um banco de currículos. Desta forma, as empresas da região buscam, na plataforma, os candidatos compatíveis às vagas disponíveis. PARA CADASTRAR SEU CURRÍCULO E CONCORRER A ALGUMA DAS VAGAS DE EMPREGOS NA USINA ACESSE AQUI.

Expansão e construção de outras termelétricas

Além das duas usinas, a GNA tem licença ambiental para dobrar a capacidade instalada de geração, por meio da construção das termelétricas GNA III e IV. O plano de expansão prevê, ainda, uma unidade de processamento de gás natural (UPGN) e um gasoduto terrestre, atualmente em fase de licenciamento. Ele conectará o Porto do Açu à malha de transporte. A expectativa é que esses investimentos atraiam indústrias e transformem a região portuária num eixo de gás no Estado do Rio de Janeiro.

Há duas semanas a empresa iniciou operação comercial de sua primeira termelétrica, a GNA I, que tem capacidade de produzir 1,33 GW de energia. O empreendimento é considerado estratégico pelo governo no enfrentamento da crise hídrica que afeta o País e deve reforçar o atendimento à demanda do Sudeste/Centro-Oeste, região em que há maior demanda por energia e os reservatórios das hidrelétricas encontram-se em piores condições.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe