Leilão de portos no Brasil tem mais de R$ 400,00 milhões arrecadados com outorga

portos

O governo tem a expectativa de que R$ 420 milhões sejam investido nos portos no Pará, onde ocorreu um leilão de arrendamento de seis terminais portuários onde têm como objetivo principal movimentação de combustíveis e de graneis líquidos.

As regras estabelecidas foram que o valor mínimo de outorga começasse com R$ 1,00 e no fim acabou terminando com R$ 447,64 milhões arrecadados com outorga. O leilão foi realizado na B3, Bolsa de valores de São Paulo, contou com diversas empresas interessadas nos terminais e terminou com menos de 02 horas. Os contratos têm os prazos de 15 a 25 anos, onde poderão ser renovados até completar 70 anos.

Com um lance de R$ 40 milhões, o primeiro bloco foi adquirido pelo consórcio Latitude, composto pelo Ipiranga e Petróleo Sabbá. Com uma área de mais de 46 mil m2 denominada BEL02A, que tem uma estrutura física de armazenamento do terminal é de quase 42 mil toneladas e que tem a previsão de nos próximos 15 anos de arrendamento, que seja investido em torno de R$ 48,3 milhões de reais.

No mesmo dia, ocorreu o leilão de mais 05 blocos, onde o segundo bloco, denominado BEL 02B, foi adquirido pela empresa Petróleo Sabbá/ Socopa Corretora Paulista onde ofereceu o valor de outorga de mais de 60 milhões de reais.

O Terceiro bloco, “Bel 04” foi adquirido pelo Ipiranga com lance de R$ 87,121 milhões, o quarto “ BEL 08” pela Petrobras Distribuidora com mais de R$ 50 milhões, o quinto “BEL 09” pela Transpetro e o último pela Terminal Química de aaratu (Tequimar) com um lance de R$ 180,5 milhões.

Com menos de 30 dias, esse é o segundo leilão de portuários, com investimento de previsto de R$ 199 milhões, o governo arrecadou R$ 219,52 milhões. Onde o governo leiloou 4 áreas portuárias, uma no Espírito Santo e três na Paraíba.

Os próximos leilões ainda não tem data prevista, mas já estão sendo analisado pelo governo. A previsão é que seja lançado o edita de mais três terminais, sendo dois no Porto de Santos, em São Paulo, e outro no Porto de Paranaguá, no Paraná. Previsão aproximadamente de mais de R$ 400 milhões em investimento.

Posted Under
Sem categoria