Início Ibram revela que a mineração no Pará terá uma grande expansão visando a sustentabilidade e as práticas ESG nos próximos anos

Ibram revela que a mineração no Pará terá uma grande expansão visando a sustentabilidade e as práticas ESG nos próximos anos

23 de junho de 2022 às 22:40
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Em uma reunião recente sobre o futuro do setor mineral no estado do Pará, o presidente do Ibram disse que a mineração no estado crescerá fortemente ao longo dos próximos anos, em conformidade com a sustentabilidade e as práticas ESG.
Fonte: DF na Mídia

Em uma reunião recente sobre o futuro do setor mineral no estado do Pará, o presidente do Ibram disse que a mineração no estado crescerá fortemente ao longo dos próximos anos, em conformidade com a sustentabilidade e as práticas ESG.

Durante esta última segunda-feira, (20/06), o presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Raul Jungmann, participou do seminário “Pará: oportunidades de investimentos no setor mineral” e comentou sobre o futuro do setor no estado. Assim, ele afirmou que as projeções para a mineração no Pará incluem fortes crescimentos ao longo dos próximos anos, com foco na adoção de práticas ESG e operações voltadas para a sustentabilidade na produção.

Estado do Pará contará com forte crescimento no ramo da mineração, focada na sustentabilidade e nas práticas ESG, diz presidente do Ibram em seminário

O presidente do Ibram, Raul Jungmann, participou do seminário “Pará: oportunidades de investimentos no setor mineral” e comentou sobre as perspectivas do órgão para o futuro da mineração no Pará. Também estiveram presentes na reunião José Fernando Gomes Júnior, secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Pará, representando o governador paraense, Helder Barbalho; José Conrado Azevedo Santos, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa) e Guido Germani, presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral). 

Artigos recomendados

Assim, a discussão em torno do futuro da mineração no estado foi o ponto principal e o Ibram espera um forte crescimento na região, com foco principalmente na adoção da sustentabilidade e das práticas ESG nas operações.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Isso, pois o presidente do órgão afirmou que o futuro da mineração é a adoção de atividades cada vez mais limpas quanto aos impactos ambientais e que o Ibram será responsável por fazer com que as empresas que pretendem trazer seus empreendimentos para o estado cumpram essas práticas. 

Além disso, Jungmann reforçou o papel do Ibram na mineração paraense nos próximos anos e destacou que “Quem quiser ter um lugar no futuro tem que prestar atenção nessas três letras: ESG e, além de prestar atenção, tem que praticá-las. Há preocupação do setor com ESG e é preciso intensificar isso. É crescente a necessidade para caminharmos nessa direção. Porque não há lugar no futuro para quem não estiver devidamente obtendo sua licença ambiental, a sua licença social e obviamente tendo uma boa governança”.

Painel de mineração do Ibram mostra bons resultados do estado no setor e reforça necessidade de investimento em práticas ESG e sustentabilidade

Além de comentar sobre os parâmetros atuais para a adoção de práticas ESG e da sustentabilidade nos projetos de mineração futuros no estado, o painel do Ibram também destacou os resultados da região nos últimos anos. Isso, pois, segundo os dados do órgão, o faturamento de 2021 da mineração do Brasil foi de R$ 339 bilhões e, somente o estado do Pará contribuiu com R$ 146,5 bilhões, ou seja, 43,2% do faturamento. 

E os resultados significativos não pararam por aí, uma vez que, em relação aos impostos e royalties arrecadados em todo o Brasil durante o ano de 2021, a participação do estado do Pará foi de 43%.

Por fim, o Ibram ainda destacou que, do total das exportações paraenses em 2021, que somaram um total de US$ 57,8 bilhões, cerca de US$ 25 bilhões foram somente de minérios, garantindo assim uma representação de 43% dentro desse valor total. 

Assim, o estado vem mostrado uma crescente no ramo da mineração e, agora, o Ibram pretende focar em novos empreendimentos junto das empresas do setor, pensando sempre na sustentabilidade e nas práticas ESG, para fomentar um crescimento econômico com responsabilidade ambiental na região.

Relacionados
Mais recentes