FPSO da Modec deve ter a construção dividida entre China e Brasil

FPSO

Próximo FPSO da Modec, para Búzios V, deve seguir modelo anterior da companhia com parte na Asia e parte em estaleiro Brasileiro

A Modedc está no mercado estudando em quais estaleiros, nacionais e estrangeiros, deve construir o seu próximo FPSO, que irá operar no campo de Buzios, na bacia de Santos, já a partir de 2021. Veja aqui ! Próxima geração de FPSO da Modec terá novo design !
O FPSO, que será o primeiro a ser instalado na cessão onerosa, deve seguir o modelo que a Modec já vinha utilizando, com a conversão do casco na Asia e parte da fabricação e integração dos módulos de topsides no Brasil.

O FPSO de Buzios V está na fase de detalhamento de engenharia e sua construção deve iniciar no fim deste ano ou no início do ano que vem.
O FPSO de Búzios V terá contrato de 21 anos, será instalado na parte norte do campo, em lâmina d´água de 1,9 mil m, a cerca de 180 km da costa e terá capacidade de produzir 150 mil bopd e comprimir 6 milhões de m³/d de gás natural, sendo conectado a até 15 poços.

Segundo comenta-se no mercado, a operadora japonesa já tem um planejamento de fazer a integração e montagem do FPSO de Sépia no Brasfels e a integração da unidade de Mero no estaleiro EBR de São José do Norte, no Rio Grande do Sul.

Projetos na China

A Modec tem outros dois FPSO’s em construção na China. O FPSO Guanabara, que será instalado em Mero, está tendo o casco convertido no estaleiro DSIC e o Carioca, que será instalado no campo de Sépia e está passando por obras de conversão no estaleiro Cosco.

A primeira FPSO que vai operar na cessão onerosa, no campo de Búzios será chamada pela Petrobras de Almirante Barroso e será a primeira com nome de heróis nacionais brasileiros, visto que a prática da Petroleira era batizar as unidades com nomes de cidades brasileiras ou de baías do país.

Leia também ! PetroRio faz investimento de 20 milhões de dólares no campo de Polvo !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)