De acordo com a ANP, produção da Petrobras caiu 6,5% em fevereiro em comparação com o mês anterior


petrobras, petróleo, ANP

A Produção de petróleo da Petrobras caiu 6,5 em fevereiro ante janeiro, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP)

De acordo com dados publicado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na última segunda, a produção de petróleo da Petrobras caiu de 2,96 milhões de barris por dia em janeiro para 2,76 milhões de barris diários em fevereiro, queda de 6,5%.

Confira outras notícias:

A produção de gás natural da empresa recuou 5,3%, totalizando 121,4 milhões de metros cúbicos por dia do combustível.

Em fevereiro deste ano, uma greve dos petroleiros da empresa teve duração de 20 dias. Porém, de acordo com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, a empresa não deixou de produzir “nenhuma gota de petróleo” por conta da paralisação.

Parte da queda pode ser explicado pela redução de dia do mês de fevereiro, que teve 29, contra 31 dias de janeiro.

A Petrobras foi questionada pelo motivo da redução da produção de petróleo e gás, mas ela não se pronunciou.

Ainda, se tratando de produção de petróleo e gás, 974,3 mil barris de óleo foram produzidos pelo campo de Lula em fevereiro, maior campo produtor de petróleo do país. Tal valor representa queda de 7,4% no volume extraído. A produção de gás do campo também houve queda, de 6,25% totalizando 41,3 milhões de metros cúbicos.

Confira a matéria completa clicando aqui.

TENHA UM CV ESPECÍFICO PARA O SETOR DE ÓLEO E GÁS

Você gostaria de ter um currículo desenvolvido especialmente para uma vaga no meio marítimo, em plataforma, offshore ou cabotagem? Adquira seu currículo offshore formatado e específico aqui📄

Roberta Santiago

Sobre Roberta Santiago

Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos