Como entrar no Mercado de trabalho sem experiência ou com idade avançada

Mercado de Trabalho Jovem e idoso

Você se qualificou, enviou seu currículo, esperou, esperou, e nada? Infelizmente existem muitas coisas que não estão em seu controle na hora de procurar emprego ou se recolocar no mercado de trabalho. Afinal, o que fazer para mudar esse cenário?

Cada vez mais cedo os jovens tem sido cobrados sob sua escolha profissional. Porém, quem tem pouca idade reclama com a falta de experiência para entrar no mercado de trabalho, e os que querem se recolocar, afirmam sentir dificuldade, descobrindo a restrição das empresas em contratarem profissionais mais maduros.  Afinal, com o crescimento populacional e o aumento do nível de escolaridade,  a exigência cresce a cada dia nas empresas.

Uma opção para quem quer entrar no mercado de trabalho, não possui experiência e tem dificuldade de se inserir, é fazer trabalhos voluntários na área, para consequentemente poder ser anexado ao currículo. Demonstrar paixão pelo ramo que escolheu através do voluntariado, é um tipo de trabalho que está em alta aos olhos do empregador do século XXI.

O fato das pessoas estarem buscando conhecimento e experiência através do voluntariado, principalmente em momentos de crise, onde grande parte só se lamenta, agrega bem mais no momento de alguma entrevista.

E entregar mais, nunca esteve tão em alta.

Pra quem tem mais idade e não consegue se recolocar no mercado de trabalho, não deve desanimar.

Muita das vezes as pessoas não deixam de contratar profissionais mais velhos por conta da idade, e sim por falta de afinidade com a tecnologia.

Existem diversas oportunidades… porém, é preciso saber procurar a vaga ideal. Não adianta quem é mais jovem ficar procurando emprego em empresas que só contratam mais velhos, e os mais velhos procurando empregos em empresas que só contratam mais jovens.

Outra situação que ocorre, é o medo de não conseguir emprego após ter filhos.

Mulheres que tem filhos também relatam possuir dificuldade para voltar pro mercado de trabalho, e essa é uma realidade inevitável. Porém, deve-se mostrar segurança na hora da entrevista, e deixar claro que consegue gerenciar essa nova fase da vida. Demonstrar com quem a criança fica e que possui rede de apoio em qualquer momento que precisar, é a chave para conseguir aquela tão sonhada vaga.

Talvez, o que deixe o recrutador inseguro é pensar que não vai poder contar com a pessoa em situações emergenciais. Portanto, deixar perceptível que a empresa pode sim contar em qualquer situação, é uma dos grandes macetes para se inserir no mercado de trabalho.

Agências de RH com lista telefônica e e-mails atualizados, que recrutaram mão de obra em 2018 e que mantêm suas atividades em 2019, costumam sempre estar com processos seletivos em aberto. Acesse aqui e leia a matéria completa.

Sobre Bruna Fiorani

Brasileira, casada, Técnica em Logística, concluinte do curso de Administração na FeMASS (Faculdade Miguel Ângelo da Silva Santos), com conhecimento intermediário da língua inglesa e fotógrafa.