Menu
Início Rumo ao futuro sustentável: A revolução ESG na indústria Brasileira

Rumo ao futuro sustentável: A revolução ESG na indústria Brasileira

27 de outubro de 2023 às 09:38
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
futuro ESG
Foto:Adriana Catelli é Commercial Strategy Director Latin America na Fluke do Brasil, companhia líder mundial em ferramentas de teste e medição presente em diversos segmentos da indústria

Indústrias brasileiras aceleram na rota da sustentabilidade ESG

A recente pesquisa da consultoria Vertico lança luz sobre um panorama interessante: somente 17% das corporações nacionais têm um setor dedicado ao ESG há mais de meia década. No entanto, o alerta do Fórum Econômico Mundial de 2023 sobre as “policrises” sugere uma iminente mudança de paradigma. A sustentabilidade na indústria é uma urgência, não apenas por responsabilidade ecológica, mas também por implicar diretamente na viabilidade financeira das empresas.

Assim, priorizar a agenda ESG torna-se vital. Ações como economia de água, adoção de energias limpas e engajamento transparente com stakeholders são passos iniciais.

Artigos recomendados

Adotando o ESG na prática industrial

Mas como as indústrias podem incorporar o ESG de forma a otimizar a produção? Em termos práticos, o “E” corresponde à gestão eficaz dos recursos; o “S” engloba o engajamento produtivo com os stakeholders e o “G” se refere a políticas de governança, alinhadas com padrões ecológicos e sociais elevados.

A abordagem ambiental requer atenção a fatores como o impacto da produção, considerando emissões de CO2, produção de resíduos e até mesmo a implantação de logística reversa. Do lado social, há a necessidade de investir em diversidade, equidade, condições laborais justas e uma relação íntegra com fornecedores. Por outro lado, interrogações sobre os impactos da produção nas comunidades circunvizinhas são cruciais: poluição, contaminação da água e outros impactos devem ser avaliados e mitigados.

Por fim, a governança vai além do simples cumprimento das regras. A transparência nas práticas empresariais, relatórios claros e documentação rigorosa são essenciais.

Construindo um futuro sustentável em conjunto

Dentro desse contexto, líderes industriais têm a missão de inserir a sustentabilidade no DNA corporativo. Isso significa que as decisões estratégicas devem ser pautadas pelos princípios ESG.

O caminho começa com uma escuta ativa dos stakeholders, mapeando riscos e oportunidades. A definição de objetivos claros e a alocação de recursos são etapas subsequentes. O investimento em tecnologias, sobretudo aquelas voltadas para a economia de baixo carbono, é um passo assertivo. Ferramentas que mensuram emissões de carbono e consumo energético, por exemplo, são aliadas poderosas.

No entanto, a jornada ESG na indústria não é solitária. Escolher fornecedores e parceiros alinhados a esta filosofia é estratégico, garantindo operações mais eficientes e fortalecendo a posição competitiva da empresa no cenário global.

Fonte: André Lucca Módica Guimarães Fonseca Rosas.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar