Início Golar Power assina contrato para construção de terminal de GNL que irá abastecer refinaria e termoelétrica no Pará

Golar Power assina contrato para construção de terminal de GNL que irá abastecer refinaria e termoelétrica no Pará

23 de julho de 2020 às 11:47
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Golar Power assina contrato para construção de terminal de GNL que irá abastecer refinaria e termoelétrica no Pará
Vista aérea do Porto de Vila do Conde, em Bacarena, no Pará

A Norsk Hydro e a Golar Power assinaram um contrato para construção de um terminal de gás natural liquefeito (GNL) em Barcarena, no Pará

Boas notícias e investimentos para o Brasil. A Golar Power firmou uma parceria com a Norsk Hydro, empresa norueguesa de alumínio e energia renovável, para construção de um terminal de GNL que irá abastecer a refinaria de alumínio Alunorte, situada nas proximidades de Porto de Vila do Conde, em Bacarena, no Pará.

Leia também

A informação foi dada pela própria Golar Power nesta quinta-feira (23), através dos veículos de comunicação oficiais da empresa.

Além da Alunorte, o terminal de GNL vai fornecer gás para a termoelétrica de 605 MW que a Centrais Elétricas de Barcarena (CELBA) irá realizar a construção no local e que, de acordo com a empresa, já tem contratos para a venda da produção por 25 anos.

A refinaria Alunorte também será a primeira cliente operacional da FSRU (unidade flutuante de regaseificação de GNL) de Barcarena/PA que a Golar Power planeja colocar em atividade no primeiro semestre de 2022.

Em nota, a Golar Power disse “A conclusão de acordos finais com a Norsk Hydro será, portanto, um passo importante para o início dos investimentos, que devem ocorrer nos próximos 4 a 6 meses.”

No ínicio do mês, o Governo Federal, através do Ministério de Infraestrutura, publicou o edital de licitação da área localizada no Porto de Vila do Conde, no Pará, onde acontecerá a construção de uma usina termoelétrica (UTE) e uma unidade flutuante de armazenamento e regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL).

Para a implantação dos empreendimentos, estão previstos a abertura de 800 empregos relacionados às áreas da construção civil e eletromecânica. Além disso, estima-se a contratação de cerca de 60 trabalhadores de níveis técnico e superior no pico do funcionamento.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes