Equinor assina com Schlumberger para a construção e instalação de sistemas de produção submarinos, no Campo de Bacalhau

Roberta Souza
por
-
21-06-2021 08:35:03
em Petróleo, Óleo e Gás
Equinor – Schlumberger - construção – Campo de Bacalhau Plataforma de petróleo/ Fonte: InvestNews


Schlumberger anunciou a adjudicação à Subsea Integration Alliance. As atividades de construção offshore começarão em 2022, no Campo de Bacalhau, da Equinor

A Schlumberger anunciou a adjudicação à Subsea Integration Alliance de um grande contrato da Equinor em seu projeto no Campo de Bacalhau, no pré-sal da Bacia de Santos. O escopo do contrato cobre a engenharia, aquisição, construção e instalação dos sistemas de produção submarinos (SPS) e dutos submarinos (SURF). Veja ainda: Modec confirma pedido para a construção do FPSO no Campo de Bacalhau, na Bacia de Santos

O projeto do Campo de Bacalhau da Equinor, em que a Schlumberger faz parte

O desenvolvimento incluirá 19 árvores, bem como equipamentos submarinos associados, incluindo cabeças de poço submarinas, controles submarinos e sistemas de conexão e um riser de workover de conclusão completa. O escopo SURF compreende risers rígidos, linhas de fluxo e umbilicais.

A equipe da Subsea Integration Alliance, composta pela Subsea 7 e OneSubsea, uma empresa da Schlumberger, estabelecida durante a fase inicial de projeto de engenharia de front-end, agora fará a transição para a fase EPCI completa. A gestão do projeto e a engenharia de detalhamento no campo operado pela Equinor, ocorrerão no Rio de Janeiro. As atividades de construção offshore começarão em 2022 usando os navios de construção leve, flex-lay e reel-lay da Subsea 7.

O desenvolvimento do Campo de Bacalhau

Donnie Ross, presidente de Sistemas de Produção da Schlumberger, diz que este contrato reflete o compromisso da empresa em aprimorar o desempenho do campo de Bacalhau da Equinor por meio de uma abordagem de colaboração aberta, com a integração e aplicação de soluções de tecnologia submarina inovadoras baseadas na expertise da Schlumberger em alta pressão e águas profundas. O presidente de Sistemas de Produção da Schlumberger ainda diz que terá um impacto positivo na economia regional por meio da criação de valor no Brasil.

Já Stuart Fitzgerald, CEO da Subsea Integration Alliance LLC, disse que trabalham em estreita colaboração com a Equinor desde o prêmio FEED em 2020 e nesta fase de EPCI, irão apoiar a Equinor na maximização do potencial do campo de Bacalhau por meio do portfólio líder de tecnologias e serviços da Subsea Integration Alliance e uma abordagem de ‘uma equipe’ para a entrega do projeto.

O Campo de Bacalhau: localizado a 185 km da costa do município de Ilha Bela, no estado de São Paulo, possui lâmina d’água de 2.050 metros. O campo de Bacalhau, na Bacia de Santos, é o primeiro projeto integrado SPS e SURF do Brasil. O prêmio é um endosso significativo da forte posição da Subsea Integration Alliance, que faz parte da Schlumberger, no mercado integrado e da presença local de longa data no Brasil.

Veja ainda: Exxon e Equinor têm previsão de investir 8 bilhões de dólares para extração de petróleo no Campo de Bacalhau, na Bacia de Santos

As petroleiras Equinor, ExxonMobil e a Petrogal Brasil disseram que seguirão adiante com o desenvolvimento da descoberta de petróleo no campo de Bacalhau, na Bacia de Santos, com investimentos de cerca de US$ 8 bilhões. O primeiro óleo do campo, que será operado pela norueguesa Equinor, é previsto para 2024, e a produção deve atingir 220 mil barris por dia, disseram as empresas em um comunicado conjunto.

Em 2012, a petroleira Equinor comprou o ativo de petróleo da Petrobras (localizado no polígono do pré-sal) na maior parte do projeto – descobertas de Carcará e Guanxuma – presentes no contrato de concessão BM-S-8. Posteriormente, foi contratada a extensão do campo na área de Carcará Norte, pelo regime de partilha.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos