Embraer faz parceria com empresa de energia privada para promover aviação totalmente elétrica no Brasil

Valdemar Medeiros
por
-
03-12-2020 11:57:54
em Indústria e Construção Civil
Embraer - aviação - energia Avião da embraer

A empresa brasileira de aviação – Embraer fechou parceria com empresa privada de aviação para tornar possível que projetos de aviação elétricos cheguem a solo nacional.

A Embraer está fazendo parceria com a EDP, uma empresa de energia privada brasileira, para avançar o armazenamento de energia de aviação e carregamento de bateria com uma aeronave protótipo totalmente elétrica, o EMB-203 Ipanema, previsto para voar em 2021 usando tecnologias de armazenamento de energia e carregamento de bateria da EDP, de acordo com a um comunicado de imprensa de 20 de novembro.

Leia também

Parceria para aviação elétrica da Embraer  

A parceria vai estudar como as baterias de alta tensão podem ser usadas em sistemas de propulsão elétrica para pequenas aeronaves. Eles também pesquisarão peso, eficiência e qualidade de energia, controle e gerenciamento térmico, carregamento e descarregamento cíclicos e segurança operacional.

“A EDP pretende liderar a transição energética para uma economia de baixo carbono”, afirmou Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil, em nota à imprensa. “Nossa parceria com a Embraer no desenvolvimento da primeira aeronave demonstradora 100% elétrica da empresa representa uma nova fronteira para nosso investimento em mobilidade elétrica, o que ajuda a posicionar o Brasil como um player líder neste mercado.”

Parceria com a WEG

A Embraer fez uma parceria inicial com a WEG em maio de 2019 com uma proposta para o desenvolvimento dessa tecnologia, de acordo com o comunicado. Em agosto de 2019 a Embraer apresentou o EMB-203 Ipanema que utiliza motor elétrico e controlador WEG. O projeto foi então desenvolvido com o objetivo de amadurecer tecnologias de armazenamento de energia elétrica e energia para usos futuros. A EDP comprometeu-se a eletrificar toda a sua frota até 2030 e a desenvolver novas soluções comerciais para promover a transição energética.

“A EDP pretende liderar a transição energética para uma economia de baixo carbono”, afirmou Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil, em nota à imprensa. “Nossa parceria com a Embraer no desenvolvimento da primeira aeronave demonstradora 100% elétrica da empresa representa uma nova fronteira para nosso investimento em mobilidade elétrica, o que ajuda a posicionar o Brasil como um player líder neste mercado.”

Testes de aviação

Os testes foram feitos nas instalações da Embraer em Botucau, que fica em São Paulo, mas o primeiro vôo será na unidade Gavião Peixoto da Embraer. A subsidiária americana da Embraer, EmbraerX, firmou parceria com a Elroy Air em janeiro para certificar uma aeronave híbrida de decolagem e pouso vertical (VTOL) para entrega de carga não tripulada.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.