Construção de gasoduto que liga o pré-sal ao COMPERJ é disputado com voracidade por 3 empresas

CCOMPERJ GASODUTO ROTA 3

A licitação trata-se do trecho ultra-raso de gasodutos da rota 3 que interligará a Bacia de Santos ao Comperj. Ogrande momento está chegando.

O COMPERJ vem recebendo uma gama implacável de licitações para fazer a maquina do petróleo brasileiro rodar com mais força. Cada etapa licitatória representa um tipo diferente serviço diferente e conseguir empresas especializadas nelas, é extremamente difícil devido as suas particularidades de engenharia. Muitos até mesmo estranham e acham que as obras não irão sair, mas entendam, não é questão de sim ou não, mas quando.

Uma outra licitação importante e que está em jogo agora é a construção dos últimos 10km de gasoduto submarinos da rota 3, que interligará o COMPERJ ao pré-sal na Bacia de Santos. Está obra é importante para que possamos escoar toda a produção brasileira, caso contrário a produção será reduzida e queimar muito gás excedente, e isso é perder dinheiro, literalmente. Vejam na Imagem abaixo de onde vem o duto

Empresas que estão na disputa

Três empresas apresentaram propostas para instalação dos gasodutos restantes que interligara o pré-sal ao Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro: A Allseas, McDermott e Sapura. Vale ressaltar que essas foram a únicas empresas que apresentaram e expertise para construção em águas rasas, profundas e ultra-profundas. A Saipem, Subsea 7 e TechnipFMC também foram chamadas para participar da licitação, mas acabaram desistindo por não ter o expertise necessário ou a obra não ser economicamente viável.

Até então, o último trecho instalado está instalado na praia de Jaconé, Rio de Janeiro, e quem havia executado esta última instalação foi a empresa Allseas. Semana passada, a Petrobras divulgou licitação das obras de construção do remanescente de utilidades (UTR-3), Construção do Pipe-hack e Linha de transmissão de 345 kV e uma subestação. Há um série de empreendimentos dentro do Comperj que movimentarão muito a economia de Itaboraí e as cidades que pertencem ao Conlest

Trabalhe embarcado em 4 passos

Já imaginou um tipo de emprego ao qual você trabalha 6 meses e folga 6, além de um faturamento anual que ultrapassa fácil os 100 mil reais? Parece um sonho, mas é totalmente possível. O método 4 Passos Para Trabalhar Embarcado oferece todos os recursos que você precisa para trilhar o caminho rumo ao sucesso profissional, nas verdade nem precisa ter formação técnica ou superior, apenas vontade. Pessoas reais e comentários reais de profissionais que estão tendo sucesso com este material. Mas o método por si só não faz milagres, você têm que querer, desejar muito...  Não basta fazer cursos, estudar muito e torcer para que o mercado absorva você, o conhecimento é a chave, e esta chave você encontra no curso 4 Passos Para Trabalhar Embarcado clicando aqui.
The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior