Balsa da Petrobras chega a Manaus, no Amazonas, com tanque de 90 mil metros cúbicos de oxigênio medicinal

Flavia Marinho
por
-
08-02-2021 14:36:35
em Petróleo, Óleo e Gás
Amazonas - oxigênio - Petrobras - Manaus Balsa da Petrobras transportando oxigênio para o Amazonas

Manaus recebeu no último sábado de 90 mil metros cúbicos de oxigênio medicinal. O tanque foi transportado pela balsa da Petrobras

Petrobras informou em fato relevante que sua balsa que transportava um tanque criogênico da White Martins, com 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido para o abastecimento de hospitais, chegou a Manaus (AM), no último sábado (6/2). Procurando emprego? Votorantim convoca candidatos sem experiência recém-formados em todas as áreas para vagas de trainee; salário de 6 mil reais!

Leia também

A Petrobras informa que seu apoio logístico faz parte dos esforços para ampliar o fornecimento de oxigênio ao Amazonas. A embarcação, de 500 toneladas, é usada pela Petrobras para transporte de grandes equipamentos para a unidade de produção de petróleo e gás de Urucu, no Amazonas. O transporte fluvial permite movimentar volumes maiores de oxigênio em relação ao transporte aéreo.

“A balsa veio de Belém (PA) e chegou ao Porto Encontro das Águas, unidade da Petrobras neste sábado. O oxigênio será transferido nos próximos dias para carretas da White Martins, seguindo os procedimentos operacionais e de segurança” diz a estatal no comunicado.

Projeto Petrobras Juntos pelo Amazonas

A Petrobras se solidariza com a situação no Amazonas e vem acompanhando o agravamento e o aumento dos casos de Covid-19 no Brasil. A companhia integra o grupo Juntos pelo Amazonas, formado por 15 empresas e entidades que se reuniram para realizar uma ação solidária com o objetivo de apoiar a região. O grupo fará uma doação para o programa Unidos Contra a Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no valor de R$ 1,6 milhão, referente a uma usina de produção de oxigênio, que deverá dar suporte aos hospitais públicos da região.

Além disso, um total de 42 ventiladores pulmonares desenvolvidos pela Universidade de São Paulo (USP) em parceria com Petrobras e Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) foi doado a hospitais públicos de Manaus, no Amazonas. “O novo modelo é de baixo custo, com tecnologia 100% brasileira, criado por uma equipe de engenheiros da universidade para suprir a necessidade emergencial de ventiladores durante a pandemia”, informou a estatal.

Alinhado às exigências da Associação de Medicina Intensiva do Brasil e aos requisitos para tratamento de Covid-19, o modelo recebeu autorização da Anvisa em agosto do ano passado. O projeto prevê a produção de 135 aparelhos no total e distribuição gratuita a hospitais públicos de todo país.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.