Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, convoca líderes partidários para discutir ações que irão reduzir o preço dos combustíveis; veja o que pode mudar

Fábio Lucas
por
-
30-09-2021 02:00:06
em Petróleo, Óleo e Gás
Arthur Lira, Câmara dos Deputados, Brasília, Preço dos Combustíveis Foto: Câmara

Preço dos combustíveis pressiona o governo federal e Câmara dos Deputados a buscarem soluções

A alta do preço dos combustíveis não respinga somente no Governo Federal. Com aumento recorde do preço da gasolina e do diesel, a Câmara dos Deputados, através do presidente Arthur Lira, se movimenta para buscar alternativas para reduzir o preço dos combustíveis. 

 Na quarta-feira, 29, os líderes partidários foram convocados por Arthur Lira (PP), para discutirem alternativas que possam reduzir o preço dos combustíveis. 

O presidente da Câmara já usou as redes sociais para criticar a atual política de preços dos combustíveis da Petrobrás: “O fato é que o Brasil não pode tolerar gasolina a quase R$ 7 e o gás a R$ 120”, publicou Arthur Lira em referência aos grandes preços que os brasileiros pagam atualmente. 

O diretor da Petrobras Cláudio Mastella diz que estuda com ‘carinho’ um aumento de preços diante desse cenário. Tenho certeza que ele é bem pago para buscar outras soluções que não o simples repasse frequente”, concluiu o presidente da Câmara. 

Arthur Lira busca mudança do ICMS

Arthur Lira afirmou que o Congresso Nacional deve colocar em pauta o projeto de lei que visa a mudança da incidência do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. O projeto prevê que seja adotado um preço fixo por cada litro de combustível, deixando para trás a cobrança de uma alíquota sobre o preço médio. 

O presidente Jair Bolsonaro também criticou os preços da gasolina na segunda-feira, 27. O presidente não criticou de forma direta a Petrobrás, contudo, ele garantiu que está se movimentando para buscar a redução do preço. 

Arthur Lira, Câmara dos Deputados, Brasília, Preço dos Combustíveis
Arthur Lira e Jair Bolsonaro em encontro. Ambos criticaram o preço dos combustíveis. Foto: Câmara

Ao Correio Braziliense, Lauro Chaves Neto, conselheiro federal de Economia, o debate vai muito além sobre o aumento ou a redução dos preços dos combustíveis na economia. Para ele, a estatal deveria ter um papel estabilizador na economia. 

O governo é sócio majoritário da empresa. Ela deveria contribuir para a estabilização da economia, e a redução da pressão inflacionária e das desigualdades”, disse. 

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.
fwefwefwefwefwe