A P-70 da Petrobras chega ao Brasil e já está na Baia de Guanabara, no Rio


P-70 Petrobras Pré-sal Produção Rio Atapu

A plataforma da Petrobras esta ancorada e vai receber ajustes finais antes de partir para o pré-sal da Bacia de Santos e realizar testes de longa duração

A unidade FPSO da Petrobras, a P-70, que foi construída na China e saiu do estaleiro oriental da COOEC em Qingdao no dia 9 de dezembro de 2019, ancorou hoje (24) na Baía de Guanabara, no estado do Rio de Janeiro. A plataforma vai operar no campo de Atapu, no pré-sal da Bacia de Santos.

Leia mais

Essa foi a unidade da Petrobras onde ocorreu o infeliz acidente, cujo um trabalhador morreu e cinco foram internados devido ao consumo de álcool etílico, motivado por um momento de descontração da tripulação. O corpo funcionário está para chegar em Angra em pouco dias, mais detalhes é possível conferir aqui. O sinistro aconteceu na  África do Sul, mas especificamente na cidade de Durban, por volta de 51 quilômetros longe da costa.

A unidade impressiona quem passa pela ponte e vê um projeto colossal como este. A P-70 foi rebocada pelo sistema de dry tow ( reboque seco na tradução livre) pela BOKA VANGUARD, da BOSKALIS. Este navio de transporte de carga foi criado especificamente para transportar cargas desta natureza, diminuindo o tempo logístico de viagem e mais de 1 mês. Um seguidor partilhou uma foto conosco, confira abaixo:

A P-70 vai produzir 150 mil barris de óleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.

Ainda não tempos informações de qualquer estaleiro ou prestadora(s) de serviços atuarão no ajustes e reparos finais da unidade, estamos tentando confirmar com a Petrobras e tão logo atualizaremos a postagem assim que conseguirmos.

Euforia de unidades de produção e perfuração offshore chegando ao Brasil gera vagas de empregos no setor

A terceira semana de janeiro de 2020 foi intensa, muitas vagas de emprego offshore foram publicadas por prestadoras de serviços em manutenção e hoteleira. Usem o campo de pesquisa (LUPA) e digitem “offshore”, esperem carregar os últimos resultados e se candidatem.

A Elfe Engenharia junto com outras empresas, oferecem mais de  400 vagas de emprego que estão em aberto para uma grande parada de manutenção, contrato de 45 dias (intermitente) com vários cargos diferentes. Clique aqui e confira, há 3 postagens distintas dela.

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.