Volkswagen anuncia instalação da fábrica da Baterias Moura, no seu complexo industrial no RJ, para a produção do primeiro caminhão elétrico do Brasil!

Flavia Marinho
por
-
04-06-2021 09:24:56
em Indústria e Construção Civil
Volkswagen - Ford - Moura - baterias - RJ - baterias moura - produção - caminhões - ônibus - caminhão elétrico - preço - gasolina - diesel Trabalhadores em fábrica de caminhões e ônibus da Volkswagen em Resende (RJ) / Fonte: Reprodução – Google

Em um movimento contrário ao da Ford, Volkswagen, a multinacional que é a maior fabricante de veículos do mundo, investe em produção do primeiro caminhão elétrico no Brasil

A multinacional Volkswagen Caminhões e Ônibus anuncia a instalação de Baterias Moura em seu complexo industrial, localizado em Resende (RJ). O fornecedor de baterias chega com a missão de atender processos específicos do e-Delivery, o primeiro caminhão elétrico do Brasil, a partir deste semestre. O chefão da multinacional anunciou recentemente o encerramento da produção de motores a combustão a gasolina e a diesel.

Leia também

Além de fornecer um sistema de baterias, a empresa de baterias Moura será responsável pela montagem, eletrificação do veículo e gerenciamento do ciclo da bateria, segundo a Auto Industria.

Restando ser produzido em série, o e-Delivery determinou a integração da Moura no modelo de produção da fábrica volkswagen Caminhões e Ônibus em Resende (RJ), o Consórcio Modular. A fabricante de baterias, até então já parceira do e-Consórcio, grupo de empresas que desenvolvem o modelo de negócio para o transporte de cargas eletrificadas, também participa do processo de montagem do veículo.

Na aliança, Moura continua com o papel que já estava definido para gerenciar todo o ciclo da bateria, porém, agora também assume o fornecimento do sistema de baterias, a instalação na estrutura do caminhão e a partida, momento em que o veículo é ligado pela primeira vez. “Teremos uma participação transversal, do início ao fim da bateria”, resume Cristiane Assis, gerente comercial do Grupo Moura.

O processo começa com o envio de baterias de lítio da CATL, outra parceira do e-Consórcio, para a unidade moura em Bom Jardim (PE). Em uma área específica, o fabricante monta o sistema com mais de 30 componentes, incluindo cabos, dormentes, berço e a integração da BMS e a inteligência eletrônica da bateira para então abastecer o sistema, até a Linha de Montagem de Resende.

Volkswagen Caminhões e Ônibus está atualizando toda a infraestrutura da fábrica do RJ para a nova realidade elétrica

Toda a infraestrutura do complexo industrial da Volkswagen Caminhões e Ônibus também está sendo atualizada para a nova realidade elétrica: os novos carregadores acabaram de chegar, com capacidade para recarregar as baterias dos caminhões e-Delivery em até 1 hora.

Os equipamentos serão utilizados para repor a energia dos veículos de teste da montadora, em ação em análises laboratoriais e passeios de certificação, antes do início da produção em série. Toda a energia consumida na fábrica vem de fontes renováveis.

Quase tudo está pronto para iniciar a produção do primeiro caminhão elétrico do Brasil. As primeiras unidades ainda deixarão uma estação piloto antes de migrarem para a linha final, em que o elétrico compartilhará parte do processo de montagem com o modelo movido a diesel.

“Tivemos um grande desafio para aproveitar as sinergias entre caminhões elétricos e convencionais. Ambos compartilham, por exemplo, táxi e eixos”, diz Adilson Dezoto, vice-presidente de produção e logística da VWCO. “Produzir ambos sob o mesmo teto é inédito e exigiu uma área de eletrificação de alta tensão com muito conhecimento técnico. Daí a importância de um parceiro nacional olhar para o todo.”

Com a chegada da Moura, o Consórcio Modular em Resende passa a ter oito parceiros, incluindo a Volkswagen Caminhões e Ônibus. Meritor é responsável pelo conjunto de suspensões metálicas e eixos, enquanto Suspensys é responsável pelas suspensões a ar. Powertrain, uma joint venture entre Cummins e MWM International, fornece motores, Aethra instala a cabine, Carese cuida da tinta, e eventualmente Kroschu instala o revestimento interno.

Chefão da Volkswagen anuncia encerramento da produção de motores a combustão, a gasolina e a diesel

A multinacional Audi, pertencente ao Grupo Volkswagen, já havia anunciado, recentemente, que não iria desenvolver mais nenhum motor a combustão e que o foco da montadora será voltado em fabricação de carros elétricos. Agora, a própria alemã aderiu à ideia e o chefão da marca anunciou o fim do desenvolvimento e fabricação desse tipo de propulsor, seja a gasolina ou a diesel.

Segundo a informação do Ralf Brandstätter, CEO da Volkswagen, em entrevista à Automobilwoche, a montadora alemã continuará apenas atualizando e revisando os atuais motores a combustão, a gasolina e diesel de forma a torná-los mais eficientes. O motivo dessa medida é que a multinacional vai investir pesado na fabricação e produção de carros elétricos.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.