Veículos a gasolina e a Diesel não entrarão em Amsterdã a partir de 2030

diesel e gasolina perdem espaço
 

Uma das maiores cidades holandesas acompanha a transição energética da Europa e vai banir carros movidos á combustão de combustíveis fósseis

Amsterdã, a capital da Holanda e a cidade mais populosa do Reino dos Países Baixos, proibirão a partir de 2030, a circulação de carros e motos movidos a gasolina e diesel.
O anúncio foi feito pelo Conselho Municipal da capital holandesa nessa quinta-feira (2/5) e a medida visa despoluir o ar da cidade propiciando uma vida mais saudável a sus habitantes.

A holanda é mundialmente conhecida pela grande uso de bicicletas em suas cidades, mas mesmo assim os níveis de poluição do ar tem ficado acima do permitido pelas normas europeias em muitas áreas do país.
Amsterdã, por ser uma de suas cidades mais populosas tem contribuído muito com esses números negativos, principalmente por ter o trafego pesado no centro da cidade e na região portuária da cidade de Roterdã.

A holanda está muito preocupada com os atuais níveis de poluição e emissão de material particulado, e conta com o apoio de seu Ministério da Saúde, que alerta que a a exposição crônica pode reduzir a expectativa de vida em mais de um ano.
A conselheira de trânsito da cidade, Sharon Dijksma, declarou que “A poluição costuma ser um assassino silencioso e é um dos maiores riscos à saúde em Amsterdã”.

Medidas adotadas

A intenção do governo da cidade de Amsterdã é substituir todos os motores a gasolina e diesel por carros elétricos e a hidrogênio, até o fim da próxima década.

Já em 2020 entra em vigor a medida que visa banir os carros a diesel produzidos antes de 2005 e a tendência é que a proibição será gradualmente expandida para carros de outro anos de fabricação.

Para tal o governo pretende oferecer subsídios e permissões de estacionamento para que os habitantes de Amsterdã se sintam estimulados a trocarem seus carros por modelos mais limpos.
Esta medida porém, foi muito criticada pela associação da indústria automotiva holandesa, ela acha que os cidadãos que mais pobres não podem se dar ao luxo de trocarem de carro, e serão excluídos do convívio da cidade.

Vale lembrar que Madrid já anunciou que vai proibir o acesso á cidade de veículos a diesel e gasolina fabricados antes de 2000 e que a cidade de Roma também planeja fechar o centro da cidade para veículos a diesel a partir de 2024.

Toyota Brasil construirá primeiro sedã Corolla movido à eletricidade, etanol e gás em São Paulo !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships