Unium pretende investir R$ 379,72 milhões, em Ponta Grossa, para a construção de uma Unidade Industrial de Produção de Queijos gerando mais de 1.600 vagas de emprego diretas e indiretas

Unium - vagas de emprego - queijos - Ponta grossa Fábrica será instalada ao lado da Unidade de Beneficiamento de Leite da Frísia Foto: Divulgação

A Unium investirá mais de R$ 370 milhões para a construção de uma unidade produtora de queijos, que terá uma área de 40 mil m² e criará mais de 1,6 mil vagas de emprego em Ponta Grossa

A Unium, marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capa, fará um investimento de R$ 379,72 milhões em Ponta Grossa para a instalação de uma Unidade Industrial de Produção de Queijos. A expectativa é de que, quando entrar em operação, a unidade de produção de queijos gere mais de 1,6 mil vagas de emprego diretas e indiretas na região.

Leia também

Unidade Industrial de Produção de Queijos da Unium é planejado há anos

A unidade da Unium será instalada ao lado do terreno onde está a Unidade de Beneficiamento de Leite do grupo, próximo da PR-151. O empreendimento em Ponta Grossa será instalado em frente à Maltaria Campos Gerais, também projeto da Unium, que receberá um investimento inicial de R$ 1,5 bilhão.

O projeto da construção da unidade de queijos em Ponta Grossa é antigo, planejado há anos, e para que ele fosse construído a negociação da maltaria contribuiu muito. Segundo José Loureiro Neto, secretário municipal da Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, quando os executivos se reuniram para falar do projeto da maltaria, também comentaram sobre a fábrica de queijos. Foram muitas negociações, e a unidade da Unium entrou junto com a maltaria e ajudou a fechar a cota de investimentos em Ponta Grossa.

Mais de 1,6 mil vagas de emprego serão geradas

O novo empreendimento gerará para o município diversos benefícios, segundo José, especialmente na geração das 66 vagas de emprego diretas e mais de 1.570 indiretas.

“Um investimento do tamanho deste movimenta muitas vagas de emprego no agronegócio e muito mais pessoas serão empregadas, gerando mais impostos para a prefeitura, além do aumento da renda”, afirmou Loureiro, ressaltando que é mais um investimento que poderá desenvolver o Distrito Industrial Norte, que além da DAF e da UBL, ainda terá a fábrica de Nissin e a Maltaria.

Segundo Loureiro, assim como acontece com a maltaria, a Unium corre com a documentação para que seja tudo aprovado o mais breve possível e as obras possam ter início ainda neste ano. A meta, de acordo com o secretário, é que a unidade de queijos, que criará diversas vagas de emprego, seja inaugurada em 2023.

Saiba mais sobre a unidade de queijos em Ponta Grossa

O projeto será construído em um terreno de 40 mil metros quadrados e terá uma área construída de 14 mil metros quadrados com três pisos. Só na construção civil, o valor estimado será de R$ 62, 6 milhões e mais R$ 19,5 milhões em instalações elétricas gerais.

O maior investimento será em maquinário e equipamentos, que sairão no valor de R$ 241,1 milhões e também R$ 41,5 milhões em instalações, máquinas e equipamentos para utilidades e, em mão de obra, os investimentos estimados estão no valor de R$ 15 milhões. Para que o investimento fosse viável em Ponta Grossa, o município se comprometeu a ceder três benefícios às cooperativas para que o investimento saísse do papel.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe