Nova fábrica de aviões no valor de R$ 50 milhões poderá ser construída no estado do Ceará

Roberta Souza
por
-
25-09-2021 10:05:17
em Indústria e Construção Civil
Fábrica – aviões – Ceará Avião da marca Octans Aircraft/ Fonte: AEROIN

A Octans Aircraft estuda a possibilidade de construir uma nova fábrica no Nordeste e o estado do Ceará tem se mostrado um dos fortes candidatos

A Octans Aircraft, fabricante de aviões que atua em todas as suas fases, desde a elaboração do projeto até sua montagem final e entrega para os clientes, projeta construir uma nova fábrica com investimentos de R$ 50 milhões na região Nordeste. O Ceará tem se mostrado um dos fortes candidatos a levar a disputa e as três possíveis áreas no estado são em: Sobral, Aracati e Eusébio. Leia ainda esta notícia: Empresa portuguesa CEiiA, em parceria com a brasileira Desaer, projetam fábrica de aviões e geração de 1.200 vagas de emprego

A possível ida da fabricante de aviões para o Ceará

A informação foi revelada na quinta-feira (23/09), pelo site Diário do Nordeste por Raimundo Gomes de Matos, diretor de planejamento da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), instituição procurada para analisar a proposta. Segundo Raimundo, a empresa tem uma carteira fechada para a entrega de 20 aviões e, inicialmente, solicitou apoio para capacitar profissionais nordestinos e levá-los à fábrica em São João da Boa Vista (SP). O suporte da Sudene fica condicionado a um Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) registrado na Região.

O Diretor de planejamento da Sudene ainda disse que “Nós fizemos esse trabalho de convencimento de trazer a fábrica pra cá e ele (CEO da Octans Aircraft) aceitou. A princípio, foi considerado o município de Campina Grande, mas tivemos algumas dificuldades lá por parte da área pertencer ao governo do Estado. Então, sensibilizamos para vir ao Ceará”.

Possíveis áreas para instalação da fábrica no Ceará

A área considerada para a operação da fábrica em Aracati fica localizada no aeroporto do município onde, até 2019, funciona a base da TAM Aviação Executiva. O espaço em Sobral também é de responsabilidade do Governo do Estado, enquanto uma empresa privada é responsável pela terceira possibilidade, onde fica uma oficina de helicópteros.

“Ele (representante da empresa) tem recursos próprios. Fizemos um estudo da proposta e ela tem viabilidade econômica. Temos esses espaços que seriam negociados com governo e prefeitura, mas ele também está buscando parcerias privadas para ter mais opções”, afirma Matos. A decisão sobre onde o investimento de R$ 50 milhões será realizado deve sair nos próximos dois meses, diz, tendo em vista que já há uma carteira de projetos a ser entregue.

Confira também: Nova fábrica de aviões será construída em Araxá, em Minas Gerais, pela Desaer

A Desaer – Desenvolvimento Aeronáutico – tem planos para construir sua fábrica de aviões na cidade de Araxá, no estado de Minas Gerais, com o objetivo de produzir o avião bimotor ATL-100 (aeronave de transporte leve). As obras na fábrica de aviões estão previstas para começarem no segundo semestre ainda deste ano. A empresa foi fundada pelo engenheiro Evandro Fernandes Fileno, que saiu da Embraer no ano de 2016 para criar o ATL-100 e, em seguida, fundar a Desaer.

Apesar dos planos de construir a nova fábrica de aviões no estado de Minas Gerais, a Desaer irá manter seu escritório na Incubaero, uma incubadora de empresas e projetos criada pela Fundação Casimiro Montenegro Filho, localizada em São José dos Campos, no estado de São Paulo. A ida para Minas Gerais se deu após diálogos com vários estados, entre eles, Espírito Santo, Goiás e São Paulo.

A Desaer conta hoje com sete sócios e 40 colaboradores. Segundo o fundador da Desaer, atualmente o Brasil tem mais de mil aeródromos certificados, mas só cerca de 65 são utilizados com frequência e segundo ele, muitas cidades têm pista para receber aviões, mas não têm voos.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe