MENU
Menu
Início Multinacional norueguesa Golar Power está na fase final para instalação do terminal de gás natural liquefeito (GNL) em SC

Multinacional norueguesa Golar Power está na fase final para instalação do terminal de gás natural liquefeito (GNL) em SC

17 de novembro de 2020 às 12:18
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Golar Power - Gás natural liquefeito (GNL) - SC
Terminal de Gás natural liquefeito – GNL

Multinacional norueguesa Golar Power esta na fase final para instalação do terminal de gás natural liquefeito (GNL) em SC

A multinacional norueguesa Golar Power encaminhou sexta-feira as documentações necessárias para obter a Licença Ambiental de Instalação do terminal de gás natural liquefeito (GNL) junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Santa Catarina -SC. O terminal será instalado na Baía de Babitonga, no município de São Francisco do Sul (SC).

Leia também

SC terá 25 anos pela frente junto a Golar Power

O terminal de gás natural liquefeito (GNL) será totalmente operado pela Golar Power e fornecerá um FSRU por 25 anos para abastecer o projeto. O terminal de gás natural liquefeito (GNL) de SC deve entrar em operação comercial em meados de 2022 e está localizado em um ponto de entrada estratégico na região Sul do Brasil, que será usado como um hub para permitir a distribuição de GNL e fornecimento de gás natural para geração de eletricidade, comercial e clientes industriais, transporte e abastecimento bem antes do início do projeto de energia. A seleção do FSRU e detalhamento do terminal estão em andamento com um FID previsto para 2021.

Investimento da Golar Power

Para se tornar possível a criação do novo terminal de gás natural liquefeito (GNL) da Golar Power em Santa Catarina – SC serão investidos mais de 100 milhões de dólares, equivalente a R$ 541.752,25 milhões.

 Com esse valor investido e após as obras começarem, parte da capacidade do fornecimento de gás do Gasbol será utilizado para fazer a distribuição, e outra parte será distribuída por meio de isoconteineres em pequena escala, além do fornecimento previsto para a termoelétrica.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR