Empresa cria sistema que usa espelhos giratórios capazes de refletir e armazenar energia solar de maneira mais eficiente

Valdemar Medeiros
por
-
30-06-2021 18:16:46
em Energia Renovável
Energia solar - empresa - espelhos Espelhos heliostáticos coletam a energia solar (Imagem: Reprodução/Heliogen)


A Heliogen, uma empresa norte-americana, criou um sistema que usa espelhos com Inteligência Artificial que são capazes de armazenar e refletir energia solar, gerando uma temperatura de até 1.500ºC.

A Heliogen, uma empresa norte-americana, criou um sistema de energia solar que utiliza vários espelhos giratórios conhecidos como heliostatos, que refletem e armazenam a luz solar de maneira mais eficaz. O sistema produz energia solar concentrada através desses espelhos instalados em áreas planas com uma alta luminosidade.

Leia também

Sistema de espelhos giratórios promete ser mais eficaz do que os já produzidos antes

A primeira usina de energia solar concentrada foi construida no fim da década de 1960, porém não prosseguiu devido aos altos custos de produção, o que tornava a distribuição da eletricidade em larga escala inviável principalmente em áreas mais afastadas do local onde era captada a energia. Atualmente, o sistema criado pela empresa é capaz de gerar uma temperatura de até 1.500º C, mais que o triplo do calor que é gerado em soluções anteriores.

Foi utilizado na usina de energia solar um algoritmo de aprendizagem de máquina para posicionar os espelhos com precisão, com uma variação mínima de um vigésimo de grau, tornando o processo de produção de energia mais eficaz e também mais atrativo comercialmente.

O uso de Inteligência Artificial na indústria de energia renovável

Para deixar os custos de produção ainda mais baratos, a empresa utiliza câmeras que monitoram todos os espelhos do campo, levando em consideração fatores como a cor do céu que é refletida nas placas. Se baseando pela aparência do clima, a Inteligência Artificial decide como serão posicionados os espelhos para conseguir uma quantidade máxima de energia solar.

Após encontrar a melhor posição, todo o calor que é coletado passa por um tubo de aço isolado até um leito de rochas que conseguem armazenar e reter a energia térmica por mais tempo, até mesmo durante a noite, favorecendo o abastecimento das regiões mais distantes.

A fazenda de energia solar está em fase de testes na Califórnia e possui cerca de 400 espelhos heliostáticos, entretanto o objetivo da empresa é a construção de um parque bem maior, com aproximadamente 40 mil espelhos.

Uma nova usina de energia solar sem a necessidade de mão de obra humana

A nova usina de energia solar concentrada será totalmente automatizada, com tratores autônomos responsáveis pela colocação das bases e também dos alinhamentos dos espelhos de forma mais eficaz, sem a necessidade de um operador físico.

Um dos planos da empresa é a instalação de várias usinas de energia solar concentrada no sudoeste dos EUA, Austrália e África até o fim desta década, deixando de lado a dependência por combustíveis fósseis e reduzindo as emissões de carbono.

De acordo com o fundador da Heliogen, Bill Gross, a única coisa que importa para a empresa é vencer os combustíveis fósseis, mesmo que seja apenas uma fração de centavo mais baratos. Desse modo, o mundo adotará as usinas em grande escala e isso poderá mudar a forma como a humanidade consome energia.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.