MENU
Menu
Início Combustíveis: enquanto gasolina aumenta de forma gradativa, etanol registra preços razoáveis em alguns estados

Combustíveis: enquanto gasolina aumenta de forma gradativa, etanol registra preços razoáveis em alguns estados

30 de outubro de 2022 às 11:35
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Combustível, etanol, gasolina
Foto: reprodução agenciabrasil.ebc.com.br

Depois de diversas reduções no preço da gasolina, combustível volta a aumentar ao passo que o etanol mostra-se vantajoso em vários estados

O mês de outubro vai terminar com o preço da gasolina a R$ 5,24, apresentando um recuo de 1,67% se comparado com o mês de setembro. Mas, depois de diversas quedas consecutivas no preço do combustível registradas em todo o Brasil desde julho, alguns estados já começam a registrar aumentos importantes.

No Rio Grande do Norte, por exemplo, a gasolina aumentou 4,82% e na Bahia a alta foi de 2,72%. Já em Sergipe, houve um aumento de 1,64% no preço do combustível. No mesmo período, o preço do etanol também registrou um aumento, sendo de 4,13% em São Paulo, 1,44% em Minas Gerais, 1,02% no Rio de Janeiro, 1,72% no Mato Grosso e 1,34% em Goiás.

Artigos recomendados

Fazendo o cálculo e considerando o consumo com etanol, que é cerca de 30% maior que o da gasolina, o combustível derivado da cana-de-açúcar está sendo a opção mais vantajosa economicamente em seis estados, contra quatro em setembro: Bahia, Paraíba, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

Vantagem do uso do etanol como combustível

É válido destacar que o etanol é capaz de reduzir grandemente as emissões de gases responsáveis pelas mudanças climáticas, ou seja, ele é o combustível ecologicamente mais viável para o abastecimento, de acordo com Douglas Pina, diretor-geral da divisão de frota e mobilidade da Edenred Brasil – proprietária da Ticket Log.

Pina acrescenta que a cidade com o etanol mais em conta do País é Chapada dos Guimarães (MT), onde o litro é comercializado em média a R$ 3,175; já Ourilândia do Norte, no Pará, tem o etanol mais caro, vendido a R$ 5,980.

Por sua vez, Igrejinha (RS) tem a gasolina mais barata, ao custo de R$ 4,388 por litro, enquanto Marechal Thaumaturgo, no Acre, vende a gasolina mais cara (R$ 9 em média).

Base IPTL

A definição dos Estados onde o etanol é mais vantajoso possui como base o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Esse índice aponta o custo em reais por quilômetro rodado, levando em consideração o preço médio do litro do combustível e o consumo médio – fixado em 8,5 km/l para o álcool e em 11,5 km/l para a gasolina.

É preciso considerar que o combustível de origem vegetal eleva o consumo em aproximadamente 30%, com variação para baixo ou para cima. Por esse motivo, só vale a pena usar etanol quando a diferença no preço supera percentualmente a redução na autonomia.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR