MENU
Menu
Início 3R Petroleum arremata da Petrobras por 55 milhões de dólares três campos de petróleo, na Bacia do Espírito Santo

3R Petroleum arremata da Petrobras por 55 milhões de dólares três campos de petróleo, na Bacia do Espírito Santo

1 de fevereiro de 2021 às 11:46
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Espírito Santo - Petrobras - 3R Petroleum

Desinvestimentos milionário da Petrobras no Espírito Santo: 3R Petroleum arrematou por 55 milhões de dólares os campos de petróleo Peroá, Cangoá e Malombe

A gigante petroleira brasileira Petrobras informou em fato relevante na manhã deste dia (01/02) que vendeu para 3R Petroleum a totalidade de suas participações do Polo Peroá, localizado na Bacia do Espírito Santo, por US$ 55 milhões. Uma triste notícia na manhã deste dia, Petrobras informa morte de colaborador em acidente ocorrido ontem (31/01), no FPSO Cidade de Mangaratiba.

Leia também

O Polo Peroá contém os campos Peroá e Cangoá, que pertencem concessão BM-ES-21 (Plano de Avaliação de Descoberta de Malombe). A OP Energia e a DBO Energia, subsidiárias da 3R Petroleum, formarão um consórcio para aquisição do Polo Peroá, com 50% de participação cada, tendo a primeira empresa como operadora.

Segundo o informe da Petrobras dos US$ 55 milhões, US$ 5 milhões serão pagos na presente data; US$ 7,5 milhões no fechamento da transação e US$ 42,5 milhões em pagamentos contingentes previstos em contrato, relacionados a fatores como declaração de comercialidade de Malombe, preços futuros do petróleo e extensão do prazo das concessões.

“Os valores não consideram os ajustes devidos até o fechamento da transação, que está sujeito ao cumprimento de condições precedentes, tais como a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)”diz a Petrobras no comunicado.

Roberto Ardenghy, diretor de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, acredita que a assinatura do contrato é um marco importante na consolidação de uma indústria mais forte e competitiva. “Nosso objetivo é maximizar o valor do nosso portfólio e dar oportunidade para que outras empresas do setor possam também prosperar. No portfólio destas companhias, o Polo Peroá poderá se desenvolver, recebendo novos recursos e aumentando sua vida útil, com impacto positivo na geração de empregos e renda para a região”.

Sobre o Polo Peroá da Petrobras, na Bacia do Espírito Santo

A Petrobras detém 100% de participação nos campos de Peroá e Cangoá, localizados em águas rasas, cuja produção média de 2020 foi de cerca de 658.000 m3/dia de gás não-associado, e 100% de participação no bloco exploratório BM-ES-21, localizado em águas profundas, em que se encontra a descoberta de Malombe.

Sobre a OP Energia e a DBO Energia

A OP Energia é uma subsidiária integral da 3R Petroleum Óleo e Gás S.A., companhia listada no Novo Mercado da bolsa brasileira, cuja estratégia é revitalizar campos maduros onshore e offshore.

Para Ricardo Savini, presidente da 3R Petroleum, “a decisão da Petrobras de desinvestir, especialmente em campos maduros, dinamiza o mercado de óleo e gás brasileiro e possibilita a estrutura&cced

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR