Sem fôlego para concorrer com o arquirrival Corolla, Honda Civic deixa o mercado brasileiro no próximo mês.

Valdemar Medeiros
por
-
18-10-2021 12:14:11
em Automotivo
Corolla - Honda - multinacional - Honda civic - Toyota corolla Atual 10ª geração do Honda Civic deixará de ser produzida no Brasil em novembro Crédito: Honda/Divulgação

Devido à queda de vendas dos Sedãs em comparação aos SUVs, a multinacional Honda decidiu dar um fim na produção do Honda Civic, que está perdendo no ranking de vendas para seu concorrente Toyota Corolla.

Na última semana, a multinacional Honda anunciou que finalizará em dezembro, a transferência da fabricação de carros de Sumaré para Itirapina, sua nova unidade fabril, as duas no interior de São Paulo. Entretanto, nem todos os modelos ganharão uma nova linha, como é o caso do sedã médio Honda Civic, tendo em vista que a multinacional planeja encerrar a produção local do concorrente do Corolla, após 24 anos.

Leia outras notícias relacionadas:

Entenda a decisão da multinacional Honda

A decisão de encerrar a produção do Honda Civic se deve, principalmente, pelo sucesso dos SUVs. Neste ano, o modelo teve cerca de 14 mil unidades vendidas entre janeiro e setembro. O seu concorrente Toyota Corolla, por exemplo, vendeu 30,5 mil unidades emplacadas no mesmo período. Mas não é apenas isso, a categoria diminuiu com o avanço dos SUVs, e atualmente está presente apenas em 5% das vendas.

A multinacional Honda já informou aos fornecedores que a produção do Honda Civic se encerrará em novembro. Sendo assim, a partir de dezembro, a montadora pretende unificar a produção de veículos na fábricas de Itirapina (SP), que foi implementada em 2016, mas só teve início nas atividades em 2019, devido as sucessivas quedas nas vendas de carros no país.

Entretanto, não será o fim do concorrente do Corolla no Brasil. No próximo ano, a multinacional lançará uma nova geração do Honda Civic que foi revelada no início deste ano.

A projeção é que o novo modelo desembarque importado dos EUA já no primeiro semestre. Sendo assim, é esperado que a nova geração chegue por um preço ¨mais salgado¨ aos consumidores brasileiros, com um posicionamento de preços maior que o atual, que vai até R$ 165 mil. Esse acréscimo se deve. pelo aumento das novas tecnologias que serão implantadas no modelo, mas também servirá para separar o sedã médio dos compactos da multinacional.

Nova geração do Honda Civic chegará ao Brasil, apenas importando.

Em agosto, a multinacional já havia anunciado que a produção do modelo seria interrompida e que o concorrente do Corolla poderia ser comprado, apenas por meio de importação.

Na época, a montadora afirmou que a decisão seria devido aumento dos impostos e também pelo volume de vendas que teve uma queda no mercado brasileiro.

Segundo a multinacional, na época, a decisão foi tomada porque o principal concorrente do modelo, o Corolla, está com vendas superiores, apesar dos sedãs estarem perdendo vendas para os SUVs. Outro motivo afirmado pela Honda é que há uma concorrência interna com o Honda City, que é um sedã um pouco menor, mas próximo ao Civic. Ao que tudo indica, isso será corrigido na próxima versão do Honda Civic.

Conheça melhor o Honda Civic.

Lançado pela Honda na década de 70, o Civic está em sua 10ª geração e já foi eleito duas vezes o carro do Ano em 2007 e 2017. A sexta geração do modelo deu o início nas operações da Honda no mercado nacional.

Na época, eram produzidos cerca de 20 unidades diárias. A versão mais recente do modelo, começou a ser vendida no começo de 2012 com uma potência de 140 cavalos e em janeiro de 2013, ganhou um motor que dava ao veículo 155 cavalos de potência.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe