Início Santa Catarina atinge US$1 bilhão em exportações e bate recorde no mercado de carnes, motores elétricos e móveis. Entenda como o estado alcançou essa marca histórica e beneficiou a economia do Brasil.

Santa Catarina atinge US$1 bilhão em exportações e bate recorde no mercado de carnes, motores elétricos e móveis. Entenda como o estado alcançou essa marca histórica e beneficiou a economia do Brasil.

5 de julho de 2022 às 21:48
Compartilhe
Siga-nos no Google News
investimento santa catarina exportações recorde brasil carnes motores elétricos móveis economia
Estado bateu recorde mensal histórico de exportações | Foto: Canva Pro

Mês de maio de 2022 trouxe boas notícias para a economia do Brasil com o Estado de Santa Catarina fechando um número de exportações histórico

O estado de Santa Catarina começou 2022 com uma grande conquista: o recorde de US$1 bilhão em exportações nos meses de abril e maio. O valor total para as exportações entre janeiro e maio desse ano chegou a incrível marca de US$ 4,6 bilhões. Essas marcas tem representação especial dos setores de carnes de aves, motores elétricos, móveis e madeira e são as maiores dos últimos anos, gerando um grande e positivo impacto à economia do Brasil.

A marca histórica foi registrada pelo Observatório da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) que aponta que o crescimento das exportações entre janeiro e maio de 2022 foi 22% maior em relação ao mesmo período do ano passado.

Artigos recomendados

Entenda um pouco mais sobre esse recorde do estado no vídeo abaixo

Estado dá fôlego para a economia do Brasil com aumento nas exportações | Reprodução — YouTube: Programa ND Notícias

Os valores alcançados em 2022 são os maiores desde os primeiros registros em 1997 e mercado de aves foi o que mais teve resultado

Desde quando esses números passaram a ser computados, em 1997, este ano (2022) foi o com melhor desempenho já registrado no estado de Santa Catarina, segundo o Observatório da FIESC. Nesse cenário, o mercado de carnes de aves teve destaque com aumento de 23% em relação a janeiro e maio de 2021. O ramo de motores elétricos alcançou a marca de US$63,1 milhões no mês de março e foi a maior da série histórica.

A Alemanha e os Estados Unidos são os principais compradores, e os especialistas da FIESC apontam que as exportações de carne suína podem aumentar também nos próximos meses. Tudo isso visa contornar a queda de embarques para a China, devido a questões sanitárias e restrições nos portos por lá. Esses resultados trazem um fôlego para a economia do estado e também a nível nacional, colocando o Brasil em uma melhor colocação no mercado internacional.

Segundo análise do Observatório FIESC, o aumento das exportações é resultado da maior inserção do estado no cenário internacional e aumento da tecnologia nos produtos

Especialistas do Observatório da FIESC fizeram uma análise a respeito desse recorde e sucesso histórico do Estado nas exportações, e concluíram que isso é resultado de uma junção de fatores, em especial, da maior tecnologia nos processos e de maior inserção no cenário internacional.

“O crescimento reflete uma maior inserção das empresas do estado no mercado internacional e um momento de alta na cotação de produtos que são relevantes na nossa pauta exportadora, como as carnes de aves, madeira e móveis, além dos motores elétricos. O crescimento na presença em mercados mais exigentes, principalmente dos Estados Unidos, confirma a qualidade dos produtos catarinenses“.

Mario Cezar de Aguiar, presidente da FIESC, em declaração ao portal Amanhã (2022)

O recorde é explicado, segundo a FIESC, pela elevação global dos preços, em decorrência do impacto da pandemia. Mas, não é o único motivo para essa marca surpreendente. As empresas do estado de Santa Catarina têm passado por um processo de reformulação tecnológica, o que tornou os produtos mais sofisticados. Dentro desse cenário, Santa Catarina se destacou nas negociações de máquinas e motores com a Europa e América do Norte, em especial, com os Estados Unidos.

No período após a pandemia, Santa Catarina fortaleceu sua imagem no cenário internacional e reforçou exportações com principais parceiros econômicos, como os Estados Unidos. Todavia, a China não estabeleceu grandes negociações por conta da desaceleração econômica no país. No entanto, as negociações com os demais países foram tão positivas que estão conseguindo trazer resultados muito positivos apesar de tudo.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes