Samarco anuncia utilização de nova tecnologia de automação na mineração para o processo de verificação de sílica na produção de ferro

Ruth Rodrigues
por
-
30-04-2022 09:15:00
em Mineração
Toda a cadeia produtiva do minério de ferro agora conta com uma tecnologia de automação que tornou as operações da Samarco na mineração muito mais eficientes e rápidas, reduzindo drasticamente o tempo para a realização desse processo Foto: Divulgação/Jeferson Roccio




Toda a cadeia produtiva do minério de ferro agora conta com uma tecnologia de automação que tornou as operações da Samarco na mineração muito mais eficientes e rápidas, reduzindo drasticamente o tempo para a realização desse processo

A companhia Samarco revelou, durante a última terça-feira, (26/04), sobre a sua nova tecnologia de automação utilizada na cadeia de produção de minério de ferro para conseguir verificar a existência de sílica de forma muito mais rápida e eficiente, garantindo assim ainda mais inovação e eficiência possível dentro das operações da companhia no setor da mineração no Brasil ao longo dos próximos meses. 

Verificação de sílica presente na produção de ferro agora é feita a base de uma tecnologia de automação nas operações da mineração da companhia

A etapa de verificação da existência de sílica dentro da mistura realizada na produção do minério de ferro é uma das tarefas mais importantes para a qualidade final do produto, mas precisa ter uma grande assertividade para uma melhor eficiência. Assim, a companhia Samarco anunciou uma nova tecnologia de automação que já está sendo utilizada nos processos de beneficiamento do ferro nas operações da mineração da empresa no Brasil, como forma de agilizar o processo e garantir mais qualidade. 

Artigos recomendados

Assim, essa etapa está agora sendo realizada por meio dessa tecnologia de automação pelo laboratório físico-químico da Samarco, no Complexo de Germano, em Mariana (MG) e o equipamento utilizado para o procedimento é um Analisador Multifuncional de Partículas (AMP), desenvolvido em parceria com a empresa IVTEK. Dessa forma, a companhia conseguiu reduzir o tempo da operação na cadeia produtiva do ferro de 2 horas para 20 minutos, além de ter um controle muito maior com a ajuda da tecnologia para garantir a qualidade final do produto. 

A empresa comentou que essa não é só uma estratégia para garantir mais produtividade, mas visa principalmente uma entrega de qualidade para os clientes ao fim do beneficiamento do ferro. Em nota, a Samarco afirmou: “As análises realizadas de forma automatizada mostram, com maior rapidez e precisão, a melhor configuração das etapas de processo, assim como a quantidade ideal e como esses insumos devem ser aplicados. Esse procedimento também resulta em mais eficiência na produção de pelotas. A iniciativa está alinhada ao traço cultural de inovação da Samarco”.

Utilização de tecnologia de automação na verificação da sílica no minério de ferro é mais uma estratégia da Samarco para a iniciativa Movimento pela Inovação 

Durante o mês de março de 2022, a Samarco anunciou o seu mais novo projeto de inovação e tecnologia dentro das suas operações no segmento da mineração, o Movimento pela Inovação. Assim, a empresa vem adotando uma série de medidas e alternativas mais eficientes para a sua cadeia de produção e busca cada vez mais garantir mais qualidade final no produto, atrelando essa característica a uma produção mais ágil e lucrativa para a companhia. 

Dessa forma, o projeto promove uma série de ações para apoiar empregados e empregadas na compreensão do que é a inovação para a Samarco, assim como para facilitar a adoção de práticas institucionais que contribuam para novas soluções, entre elas, a nova tecnologia de automação utilizada na produção de ferro. A retirada da sílica do minério é uma das etapas mais importantes da cadeia produtiva da matéria-prima e essa nova tecnologia vem contribuindo fortemente para uma operação mais eficiente no segmento da mineração. 

Agora, a companhia comentou que pretende continuar com seus esforços na busca pela automação de suas operações na mineração, uma vez que a utilização da tecnologia vem garantindo muito mais benefícios dentro desse processo de beneficiamento dos minérios em todo o Brasil.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.