Pagamento de R$ 70 bilhões por cessão onerosa é pago pela Petrobras e Rio recebe amanhã R$ 1,2 bi

Rio vai receber mais Rio de janeiro receberá da cessão onerosa

A Petrobras e as empresas CNODC e CNOOC pagaram, na última sexta-feira, blocos arrematados no leilão e o Rio receberá amanhã 1,2 bi

O consórcio entre Petrobras e empresas chinesas na compra de dois blocos de petróleo geraram receita de R$ 69,96 bilhões ao Tesouro Nacional. O pagamento foi feito na última sexta-feira. Só o Rio receberá R$ 1,2 bi. Veja também: Inúmeras vagas de emprego no Pará nas áreas de construção, engenharia e industrial

Os blocos de petróleo foram arrematados no megaleilão do excedente da cessão onerosa, que aconteceu em novembro no Rio de Janeiro. Só o governo do Estado do Rio de Janeiro irá receber R$ 1,2 bilhão, por abrigar os campos leiloados.

O Tesouro Nacional é quem recebe os valores e os destina, e que com o leilão, parte da arrecadação serão transferidos para estados e municípios, amanhã, dia 31 de dezembro.

As empresas chinesas CNODC e CNOOC, pagaram R$ 6,82 bilhões ao Tesouro, fruto do consórcio com a Petrobras que levou o maior dos blocos do leilão. Dois blocos oferidos no leilão não foram arrematados, indo a leilão no próximo ano.

Do total arrecadado pelo governo, R$ 34,41 retornaram à Petrobras, por conta da revisão do contrato da cessão onerosa, assinado originalmente em 2010. Nele, foi permitido a empresa explorar 5 bi de barris de petróleo nessas áreas.

Mais tarde, estudos comprovaram que havia mais petróleo do que o previsto, sendo leiloado no megaleilão mencionado (e comprado pela própria estatal).

Estados e Municípios receberão juntos R$ 11,73 bilhões, valores que estarão disponíveis nos caixas dos governos regionais amanhã, 31 de dezembro. O valor que o Rio receberá já está incluso nestes números.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe