1. Início
  2. / Automotivo
  3. / Scooter elétrica capaz de atingir 115 km/h chega ao mercado custando menos de R$ 10 mil
Tempo de leitura 3 min de leitura

Scooter elétrica capaz de atingir 115 km/h chega ao mercado custando menos de R$ 10 mil

Escrito por Valdemar Medeiros
Publicado em 31/08/2021 às 12:06
Moto elétrica - ola Eletric - Scooter - autonomia - mercado
Ola Eletric – Scooter elétrica por menos de 10 mil

A indústria de veículos elétricos só cresce, e a Ola Electric trouxe ao mercado dessa vez uma Scooter elétrica que custa menos de R$ 10 mil com autonomia de 180 km.

As motos elétricas possuem um enorme potencial de se tornarem mais populares do que os carros elétricos devido ao seu custo de produção e manutenção bem menores. Na Índia, foi lançada recentemente a Ola S1, uma scooter elétrica que possui uma autonomia de 181 km e uma velocidade máxima de 115 km/h. O que a torna chamativa para o mercado é o seu valor, que chega apenas a R$ 9. 200, um preço bem menor que várias motos a combustão existentes no Brasil.

Leia outras noticias relacionadas

Scooter elétrica consegue ser recarregada em apenas 4,5 horas

Ola S1 – tudo o que você precisa saber sobre a tão esperada scooter elétrica da Ola. | OVERDRIVE

Produzida pela Ola Electric, a S1 terá duas versões, uma mais barata, que chegará ao mercado no valor de R$ 5.500, e tem um motor elétrico de 8,5 kW e 5,9 kgf/m de torque que proporciona ao veículo uma velocidade máxima de 90 km/h e ir de 0 a 60 km/h em apenas 7 segundos, com uma autonomia de 120km.

A versão mais cara chegará ao mercado custando R$ 9.200 e será equipada com o mesmo motor, podendo chegar a 115 km/h e ter uma autonomia de até 180 km graças à sua bateria de 4 kWh.

Para poder abastecer a S1, a empresa manda um carregador portátil de 750 W, que pode carregar a moto completamente em apenas 4,5 horas. Além disso, a empresa já se comprometeu em ofertar um sistema mais evoluído e rápido que promete abastecer 80% da autonomia da moto elétrica em apenas 18 minutos.

Além disso, há a promessa da criação de uma rede de recargas para veículos elétricos espalhadas pelas principais cidades do país, somando mais de 5 mil postos em 300 localidades.

Scooter elétrica terá um processador octa-core e central multimídia de 7 polegadas

Em questão de design, a moto elétrica Ola S1 se destaca por suas tecnologias e seus ótimos equipamentos, que estão presentes em modelos com preços mais altos.

O veículo terá um conjunto de luzes em LED, piloto automático, central multimídia de 7 polegadas, navegação GPS, comandos remotos pelo smartphone e muitos outros equipamentos. Tudo isso interligado pelo sistema operacional Move OS, que conta com um processador octa-core de 1,8 Ghz e 3GB de RAM. A Ola S1 está em pré-venda na Índia e suas entregas começam já em outubro. Entretanto não há previsão da chegada destes modelos ao Brasil ou outros países a não ser via importação.

Honda também oferece moto elétrica acessível ao mercado

A Honda já havia lançado a U-GO, uma scooter elétrica que custa US$ 1.150 e nesse mês lançou a U-BE, que chegou ao mercado com um preço mais acessível, custando apenas US$ 475, cerca de R$ 2.572 em conversão direta.

O modelo, que está chamando a atenção dos consumidores consegue chegar a uma velocidade máxima de 25 km/h. O motor de tração traseira da scooter é de 350 W e ela terá três versões com autonomia de 55 km, a segunda com 70 km e a última e mais potente terá uma autonomia de 80 km em uma única carga.    

Valdemar Medeiros

Jornalista em formação, especialista na criação de conteúdos com foco em ações de SEO. Escreve sobre Indústria Automotiva, Energias Renováveis e Ciência e Tecnologia

Compartilhar em aplicativos