Investimentos da Petrobras no Espírito Santo podem ultrapassar 15 bilhões de Reais até 2023

Espírito Santo

Petrobras considera o estado peça-chave por ser produtor de Petróleo em todas as áreas: Onshore, águas rasas e profundas e Offshore (pós-sal e pré-sal)

Uma reunião no palácio Anchieta, na capital do estado do Espírito Santo, teve como assunto principal discutir os investimentos da Petrobras no estado.
Participaram da encontro o governador do estado, Renato Casagrande (PSB), e o diretor de relacionamento institucional da estatal, Roberto Ardenghy.

O governador gostou muito do que ouviu em relação aos planos da Petrobras para o estado. Segundo a Petrobras serão investidos R$ 15 bilhões no Espírito Santo até o fim de 2023.
Em comunicado oficial após a reunião, a Petrobras teria declarado que o Espírito Santo foi e será peça fundamental da Exploração e Produção da Petroleira.

A nota esclarece ainda que o estado é considerado um produtor completo de Petróleo, pois possui reservas tanto em terra (onshore), quanto Offshore e tanto em águas rasas quanto em águas profundas.

O diretor da Petrobras completou ainda dizendo que o estado do Espírito Santo é muito importante para a estatal, opinião alias, que está alinhada com o pensamento do secretário interino de desenvolvimento do Espírito Santo, Paulo Menegueli, que afirmou que o estado é estratégico para a Petrobras.

O recém empossado presidente da Companhia de Gás do Espírito Santo (ES Gás), Heber Resende, também participou da reunião com o governo do estado e a Petrobras.

Bacia do espírito Santo

O início da produção onshore da bacia do Espírito Santo foi no final dos anos 1960, tendo sido registradas importantes descobertas desde o fim dos anos 1990, como Fazenda Alegre, Inhambu, Cancã e Jacutinga.

Na parte marítima, com grande potencial para óleo leve e gás, estão os campos de Camarupim, Canapu e Peroá, cuja produção de gás é importante para o fornecimento ao mercado nacional. A primeira produção de óleo em águas rasas teve início em 1978, com o campo de Cação, e a primeira descoberta em águas profundas foi o campo de Golfinho, em 2002, com óleo leve e gás associado.

Leia também ! 47 petroleiras de exploração e produção inscritas para Ofertas Permanentes de setembro !

Curso de Salvatagem + HUET

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)