Imetame compra campos da Petrobras no Espírito Santo por US$9,4 milhões

Petrobras Espírito Santo Imetame petróleo

A Petrobras assinou contrato para vender a totalidade de sua participação no Polo Lagoa Parda, no Espírito Santo, para a Imetame Energia

Hoje 11 de outubro, a Petrobras assinou contrato para vender a totalidade de sua participação no Polo Lagoa Parda, no Espírito Santo, próximo ao município de Linhares, para a Imetame Energia. Segundo a estatal o negócio envolve 9,37 milhões de dólares.  Petrobras vai se transformar, até 2022, numa empresa do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.

De acordo com a petroleira, o valor da venda será pago em duas parcelas, sendo uma de 1,4 milhão de dólares, na assinatura do contrato, e outra de pouco menos de 8 milhões de dólares no fechamento da transação.

Segundo a Petrobras, o fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições precedentes, tais como a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

“A transação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas”, disse a Petrobras.

A operação está de acordo com a Sistemática para Desinvestimentos da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355/2018.

Sobre o Polo Lagoa Parda

O Polo Lagoa Parda compreende três concessões terrestres em produção: Lagoa Parda, Lagoa Parda Norte e Lagoa Piabanha. A Petrobras é operadora com 100% de participação nos três campos.

A produção média atual do Polo é de aproximadamente 300 barris de óleo por dia (bpd) e 5,5 mil m3/dia de gás.

Sobre a Imetame Energia

A Imetame Energia é uma empresa brasileira, que atua no segmento de óleo e gás como operadora de blocos e campos terrestres nas Bacias Sedimentares Brasileiras do Recôncavo (BA), Potiguar (RN), Espírito Santo (ES) e São Francisco (MG) com produção média de 820 boe/dia.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.